sábado, 26 de setembro de 2009




No meu último post eu perguntei “qual foi a melhor coisa que não aconteceu na sua vida?”e  no final  eu prometi uma história arrepiante para hoje. Não sei se conseguirei  contar de um jeito arrepiante, mas olha eu fiquei arrepiado.


Na sua cabeça tinha tudo planejado. Ele faria a faculdade de Teologia na França e nas horas livres iria trabalhar e juntar muito dinheiro para fazer o mestrado de Teologia nos Estados Unidos.


Conseguir um lugar pra morar na França foi fácil. Um brasileiro que já morava há bastante tempo por lá, tinha um apartamento todo mobiliado que alugava para estudantes brasileiros durante o período da faculdade.E muitos brasileiros já tinha morado ali se formados e com o mesmo sonho depois de juntarem alguns euros partiam para o mestrado na América.Era rotina, principalmente com os hospedes daquele apartamento.

Durante quatro anos, o nosso personagem, estudou, trabalhou e guardou o dinheiro em casa mesmo.Tinha um sonho, um plano na cabeça e muita disposição para realizá-lo.Após  formar-se em Teologia era hora de partir para o curso de mestrado.Tudo até aqui havia caminhado conforme idealizara.


Porém aconteceu um fato inusitado. Todo o dinheiro que juntara com muito sacrifício, despareceu misteriosamento do apartamento que morava.Sumiu.Após revirar toda a casa e não encontrar nenhum vestígio de todo aquele dinheiro, vendo seus sonhos e planos por água abaixo, voltou para o Brasil.
Mãos e bolsos e vazios e a cabeça cheia de perguntas e dúvidas.Por que?Como podia aquele dinheiro desaparecer daquela maneira?

Durante muito tempo se perguntou : “por que Deus permitiu que acontecesse aquilo?”.O sonho dele era estudar,e usar todo o seu estudo, toda sua capacidade na causa que abraçara: ser um sacerdote qualificado.
Mas enfim, era hora de começar nova vida.

No Brasil, já destituído de vários sonhos começa uma nova vida.Casa-se  e tem filhos.E já nem lembrava mais daquele dinheiro que havia perdido. Não tanto quanto antes embora  vez ou outra esse fato chegasse a sua a cabeça acompanahdo de vários pontos de interrogações.


Alguns depois este amigo descobre que sua filhinha ,de cinco anos, tem uma doença terminal que só pode ser resolvida mediante um tratamento em determinado hospital nos Estados Unidos.Um tratamento caríssimo e ele simplesmente não tem este dinheiro.

Pela segunda vez na vida, ele está questionando Deus novamente. Se era pra ser infeliz porque Deus havia lhe dado aquela filha linda? Como resolveria este grande problema agora? E onde conseguiria dinheiro para tratar sua filha?Perguntas, perguntas, perguntas. Dúvidas sem fim.


E foi em daqueles dias de desespero que recebeu uma ligação internacional, era o seu amigo, o  proprietário do apartamento em que morou quando estudante e com quem havia perdido o contato desde que voltara ao Brasil  cinco anos atrás.O proprietário estava ligando para  informar que resolvera vender o velho apartamento na França que havia hospedado dezenas de jovens estudantes durante muitos anos. E na hora de desocupar o imóvel e se desfazer de tudo que havia ali dentro, encontrou um pacote com algumas centenas de Euros. Era o dinheiro que ele havia perdido.O dinheiro que ele juntara para fazer mestrado nos Estados Unidos. O dinheiro que ele estava precisando agora, para salvar sua filhinha. Cinco anos depois.




Eu termino esta história e acho que não há necessidade de comentar mais nada. Deixo com você.

Feliz Sábado!

7 comentários. Clique e deixe o seu!!:

Diego Borges disse...

Feliz Sabado amigão , linda historia !!!!
Um abraço !!!

Andreia disse...

É amigão, percebe-se mais uma vez que tudo na vida tem sua hora e razão de ser. Como diz o velho diatado, Deus escreve certo por linhas tortas!
Beijos meu querido amigo e tenha um sábado repleto de luz!
Ah! Parabéns estás entre os dez finalistas da coletiva da Elaine!
Amigão, ganhando ou não este concurso, não te esqueças do que representas ao pequeno Ryan e esforce-se você consegue!
Beijos na alma...

Luca disse...

Me calei com este!

Elaine disse...

Querido,
É mesmo de arrepiar!
A gente realmenre não deveria se enfurecer com tudo o que Deus permite que nos aconteça. Esquecemos sempre que a gente vê um poco e Deus vê o todo, sempre.
Beijos e lindo sábado para você.

Suzi disse...

Ouvi essa história há alguns meses, não lembro quem me contou... Eu me arrepiei, na hora. E agora de novo.
Sabe, não cabe mesmo falar mais nada. A gente precisa é aprender a julgar menos o Deus no qual a gente diz acreditar/confiar...

Anônimo disse...

Por isso que eu acredito tanto nos reencontros muito mais que os encontros.

Boa semana!

Alberto Júnior

Éverton Vidal Azevedo disse...

Passando pra matar a saudade daqui Amigao. A vida aqui tá corrida e eu tou precisando economizar no tempo e no dinheiro rs por isso tenho entrado muito pouco na internet, e logo, aparecendo pouco aqui, mas eu volto, quem é vivo sempre aparece né?

Um grande abraço!

Assinar Feed dos Comentários

Postar um comentário

Deixe o Amigão feliz, comente isto!



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

____