terça-feira, 30 de junho de 2009

Um dia eu participo decentemente de uma blogagem coletiva. Acabei de perder mais uma. Desta vez a iniciativa foi do blog CD-Lado B, que eu vi na e na Du.




Estava pensando no que ia escrever quando me vem a mente as figuras de Melissa Cadori e Chico Buarque. Caramba acho que forcei a barra. Que relação pode haver em um personagem fictício e o maior compositor e intérprete da nossa música e ainda por cima o que isto tem a ver com o tema da blogagem, combate às drogas?

Eu acho que nenhuma mas estou escrevendo e as palavras vão jorrando aqui no meu teclado. A Melissa é personagem de novela, “Caminhos das Índias”, tem um filho doente.Perigoso. Mas ela finge que não está acontecendo nada. Em meio às crises ela sempre aparece malhando, ou usando algum creminho e aparentemente não se preocupa com o problema do filho e sim, com o que os amigos irão pensar do filho e os dias vão passando e o problema aumentando.
Não o rapaz da novela não é drogado.O problema é outro. A comparação que faço da história do moço com o tema da blogagem é que o problema das drogas, assim como outros milhares de problemas, começa dentro de casa.


Vi esta imagem no blog da Du
Estamos reunidos na casa de um amigo e ele me mostra um DVD da Beth Carvalho em que ela canta " Meu Guri"de Chico Buarque. Ela leva "Meu Guri" numa interpretação magistral, louca, comovente, pra se ouvir de joelhos.

“Quando seu moço,
Nasceu meu rebento,
Não era o momento dele rebentar...”

Meu guri é um exemplo de como famílias estão educando e criando seus filhos. Meu guri é como Melissa trata o filho doente. Meu guri é a vitima do despreparo dos pais. É a desculpa, o estorvo, a praga. Meu guri é drogado?O Governo deveria legalizar a droga e assim proteger muitos guris?
Não sei.
O que o governo vai fazer ou não, não me importa. Interessa mais saber como vou fazer aqui dentro de casa.
As grandes viradas começam dentro de casa. De dentro pra fora.
Quer mudar o mundo? Mude você primeiro.
O governo não pode ser responsável pelo que acontece aqui dentro de casa.
O meu guri apareceu assim do nada e eu lhe disse, “se vai fumar, vai fumar aqui dentro de casa e eu vou fumar com você”.
Mas é preciso mais que isso. É preciso uma dose exagerada de preocupações e conselhos e acima de tudo overdose de amor e carinho.Rezar muito também ajuda.
Se for pra legalizar a maconha ou qualquer tipo de droga, vamos legalizar primeiro aqui dentro de casa.Enigmático? Sim. O post vai ficar assim mesmo.Que é pra você ler nas entrelinhas como foi aqui em casa. Espere um pouco que a Beth está terminando de cantar e neste momento sinto umas lágrimas descerem no meu rosto. Estou pensando em como foi que tudo aconteceu e como poderia ter sido se eu não tivesse feito tanta coisa que fiz. E enquanto vou escrevendo este post mentalmente, a Carol grita ao meu lado:
- Caramba, agora que entendi a letra desta música.
E eu dou um berro, assim do nada:
- Caralho, eu casei o meu guri!


O Meu Guri
Chico Buarque
Composição: Chico Buarque

Quando, seu moço
Nasceu meu rebento
Não era o momento
Dele rebentar
Já foi nascendo
Com cara de fome
E eu não tinha nem nome
Prá lhe dar
Como fui levando
Não sei lhe explicar
Fui assim levando
Ele a me levar
E na sua meninice
Ele um dia me disse
Que chegava lá
Olha aí! Olha aí!

Olha aí!
Ai o meu guri, olha aí!
Olha aí!
É o meu guri e ele chega!

Chega suado
E veloz do batente
Traz sempre um presente
Prá me encabular
Tanta corrente de ouro
Seu moço!
Que haja pescoço
Prá enfiar
Me trouxe uma bolsa
Já com tudo dentro
Chave, caderneta
Terço e patuá
Um lenço e uma penca
De documentos
Prá finalmente
Eu me identificar
Olha aí!

Olha aí!
Ai o meu guri, olha aí!
Olha aí!
É o meu guri e ele chega!

Chega no morro
Com carregamento
Pulseira, cimento
Relógio, pneu, gravador
Rezo até ele chegar
Cá no alto
Essa onda de assaltos
Tá um horror
Eu consolo ele
Ele me consola
Boto ele no colo
Prá ele me ninar
De repente acordo
Olho pro lado
E o danado já foi trabalhar
Olha aí!

Olha aí!
Ai o meu guri, olha aí!
Olha aí!
É o meu guri e ele chega!

Chega estampado
Manchete, retrato
Com venda nos olhos
Legenda e as iniciais
Eu não entendo essa gente
Seu moço!
Fazendo alvoroço demais
O guri no mato
Acho que tá rindo
Acho que tá lindo
De papo pro ar
Desde o começo eu não disse
Seu moço!
Ele disse que chegava lá
Olha aí! Olha aí!

Olha aí!
Ai o meu guri, olha aí
Olha aí!
E o meu guri!...(3x)

7 comentários. Clique e deixe o seu!!:

Du disse...

Pois é assim mesmo, Amigão!

Fingir que o problema não existe além de não resolver nada, só piora toda a situação.

Eu ainda não sei o que pensar sobre a legalização ou não. Tem um lado meu que diz que maconha ser droga ilegal é hipocrisia. Tem outro lado que fica apavorada diante da idéia de legalização.

É como está lá no meu post, o álccol e o cigarro são drogas tão prejudiciais quanto a maconha, mas são "legais" porque as indústrias pagaram e continuam pagando milhões pra isso acontecer...

E já que me reconciliei com Deus, vou continuar rezando, e muito!

Não conhecia esta música do Chico...Caramba! Fiquei com um nó na garganta.

Beijos, querido!

Flávia e Kbça disse...

olha amigçao chega de tmas polêmicos... rsrsrs. o meu medo em legalizar a maconha é a concorrencia, o que poderá vir junto com isso... onde será vendida? a boca-de-fuma terá que ter registro estadual?? rsrssrsr.

a maconha é menor dos problemas hoje em dia. o menos mesmo. o problema é a propina!!

MJ era viciado em drogas!! todas elas receitadas por médicos... então a culpa continua sendo da maconha?

disse...

Essa música é muito emocionante meu querido Amigão, me fez lembrar meus tempos de colégio, onde por causa da Maconha perdi dois grandes amigos.
Legalizar sou contra, mas não sei fico a pensar...
Perfeita sua matéria.
Beijos e beijos meu querido!

Suzi disse...

Chico cantou isso muito, muito, muito tempo atrás, e a música é atual como se houvesse sido escrita hoje. É que se nós não mudamos, o mundo não muda.

Um beijo, amigão.

Deeh! * disse...

Amigão tô de enfdereço novo: http://deehsena.blogspot.com


Abração

;)

Leandro Correa disse...

verdade.

os pais nem ligam tnto pros filhos hje *___*

NANA disse...

Esse post foi inspirado/dedicado p/ uma amiga???

Pq pra mim, pareceu um conforto a alguém que está passando por situações difícies, mas enfim...

Te amo e vc sabe, né?
Mesmo que não apareça com frequencia.

Beijão

Assinar Feed dos Comentários

Postar um comentário

Deixe o Amigão feliz, comente isto!



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

____