sábado, 4 de abril de 2009



No meio do caminho tinha o Amigão


Quando o Amigão me convidou para vir novamente ao sofá, prometi ao ele que contaria algo interessante, algo que eu já pensava, inclusive, em escrever no meu próprio blog, mas, diante do convite, resolvi escrever aqui.

O que, hoje, eu vim contar é a história de como o Amigão entrou na minha vida e se tornou especial para mim.

Em um sábado de meados de junho de 2008 eu estive nesse mesmo sofá pela primeira vez, mas o Amigão entrou na minha vida bem antes disso. Já não lembro ao certo qual o caminho percorrido por ele para chegar até mim; só lembro que um belo dia apareceu um comentário especial na minha caixinha de comments: era o Amigão. Nessa época ele ainda não era o amigo querido do meu coração, era apenas alguém que atendia pela alcunha de “Amigão”.

De pronto, retornei a visita, e não lembro se comentei algum post logo nesse primeiro momento. Lembro apenas de que a partir dali passei a visitá-lo religiosamente, e a necessidade de ler suas palavras passou a ser uma constante para mim.

Presenciei mudanças gráficas e editoriais neste espaço virtual-editorial; comentaristas sazonais, que vão e vem como as estações do ano; novos integrantes fazendo parte da turma, alguns se afastando da blogosfera, mas voltando sempre para matar as saudades; as ótimas caricaturas do Moiza e o jeitinho “boa praça” do Amigão.

Comentários, gentilezas, carinho e amabilidades trocados.

Até que um belo dia o Amigão me convidou para sentar aqui no sofá, mas nessa época eu ainda usava o pseudônimo Paty Maionese. Qual não foi a minha própria surpresa ao sentir uma vontade imensa de revelar para o Amigão a minha verdadeira identidade. E foi isso mesmo que eu fiz! Até então, somente a Juliana Freitas sabia que a Paty Maionese não tinha nada a ver com Patrícia (como 11 entre 10 pessoas pensavam), e que eu me chamava, na verdade, Natália.

Quando eu revelei esse “detalhe” para ele, o Amigão logo me sugeriu que esse fosse o tema do meu “sofá” e que eu contasse essa historinha para todo mundo, mas eu recusei, pois ainda não me sentia preparada para tal. E foi exatamente isso que eu disse ao Amigão; disse que estava lhe contando porque confiava nele e o queria muito bem, mas que não seria dessa vez que a Paty ia virar Natália, ou Nati, para os meus amigos queridos.

Então eu escrevi o texto do sofá, onde os papéis se inverteram, e eu acabei por entrevistar (de verdade) o Amigão. O texto rendeu bons comentários, novos amigos e o melhor: cresceu em mim a vontade de me despir da “personagem” e assinar meu nome, assinar minhas postagens e me despedir com “Beijos, Natália”.

Depois disso, eu escrevi um post no meu blog contando a verdade sobre Paty Maionese, e continuei a vir aqui sempre e também a receber o Amigão nos meus comments. A amizade cresceu e eu fiquei bem feliz quando o Moiza fez uma caricatura da turma inteira e eu estava lá no meio.

Sem querer, o Amigão também dita tendências. Afinal, há quase um ano eu mantenho a Coluna de Quinta, onde a cada semana recebo um blogueiro para assiná-la. Sim, ela é livremente inspirada neste mesmo sofá para o qual escrevo agora.

E adivinhem quem é o colunista da próxima semana?

Isso mesmo! O próprio Amigão.

Pois pronto. Tudo isso pra dizer que o Amigão é muito especial para mim.


Beijos,

Natália


Natália escreve no blog um pouco de bossa. Passem lá.

10 comentários. Clique e deixe o seu!!:

Suzi disse...

Natalinha, é bom te encontrar aqui no sofá outra vez. Esta casa, realmente, é um palco para encontros e reencontros, descobertas, revelações... Sei lá, mas a gente tem a sensação de que esse sofá é mesmo um divã! Estou quase sugerindo que o dono da brincadeira troque o nome da coluna para "O Divã do Amigão"! rs*

Lembro do seu primeiro texto e da maionese que caiu no sofá... E é aí que entra a Elite, que sempre dá um jeito em tudo, nessa casa, e o sofazão continua aí, vermelhão, bonito, alegre, aliás, bem vivo, como a amizade que a gente mantém com o dono da casa.

Um beijo, moça. E Feliz Sábado!
;o)

Su disse...

Êeeee... ó a Nati aqui!!!
Eu tbm lembro quando a maionese ficou derramada no sofá! Ô trabalheira para Elite, hein?!! hehehehehe....

O Amigão sempre nos inspirando, não e?!! Esse blog é nosso porto seguro!!

Amigão obrigada pela oportunidade de trazer a Natália para cá novamente!! =)

Beijos, Nati!!!
Parabéns!!!

Beijos, AMigãooo

Luilton disse...

Vou confessar que fiquei meio com inveja de quem já teve oportunidade de sentar nesse sofá. :)

Um abraço.

MoizaCARTUNS disse...

O Amigão é um cara especial pra "nóis" tudo aqui, hehehehe...

Lembro-me quando a Natalia disse que Patty Maionese era o nome... da cachorrinha dela! Tomei um susto, pois sempre pensei que fosse o apelido dela :-D

E sabe que Natália é mais legal? Nati é bem parecido com Paty, inclusive :)

Abraços

MoizaCARTUNS disse...

Ahhh... esqueci de perguntar: gostaram da caricatura? hehehe

Abraços o/

Flávia e Kbça disse...

é verdade. sou um desses sazonais. talvez o amor dele pelo mangão (hoje tem!!) ou o fato dele ser amigão... para alguns, também sou e isso me faz voltar sempre aqui.

sobre você, Nati, vou dar uma passada na sua casa...

um abraço.

Natália disse...

Gentem, obrigada a todos que vieram aqui e comentaram o meu sofá. Obrigada também aos que se lembraram da vez passada. Vocês são fofos!

Moiza, eu gostei da caricatura sim. Até que eu fiquei bonitinha, hehehe.

Su e Suzi, vocês são uns amores.

E Amigão querido, muito obrigada pelo re-convite. Como deu pra perceber, você mora no meu coração.

Como eu não reparei se meu link tá por aí, ei-lo aqui: www.umpoucodebossa.blogspot.com

Luana Diniz disse...

Haahahhaha

A caricatura ficou igualzinha! E até hoje eu nao me acostumei com a 'Natália'. Por isso, para mim, será sempre a Nati/Paty. xD A conheço tao pouco, mas ja sei o quão delicada e perfeccionista ela é no seu processo de simplesmente 'ser'.

Bom, não é à toa que o Amigão é chamado de "Amigão". Aqui, sentimos o qto ele é especial e nos faz especial, a partir do momento q nos deixa sentar no sofá. É como se dissesse "ei, vc tb é da minha/nossa turma".

Uau! É uma sensação, q ele nem imagina q seja grandiosa, mas nós sabemos.

A amabilidade tem reconhecimento e retorno. Nós tb amamos o Amigão!

\o/
Bjao, Nati/Paty
Bjao, Amigão!

Lucas Oliveira disse...

Nossa Amigão,
a correria com os trabalhos e provas da Faculdade estão me matando... nem tempo para atualizar meu blog tenho, e o pior, nem os amigos de blogosfera deu tempo!

Agora, segundinha... um tempo me sobra nesta manhã chuvosa no interior de S.Paulo, vou ler seus posts e visitar a Du, a Su, a Ju, e outros...

=)


abçs,
ótima semana!

Du disse...

Bom, eu tava viajando, por isto não pude vir neste sofá antes, que pena!
Nati, perdoa eu?
Eu adoro você e adoro o Amigão, cada um de um jeito muito especial.

Beijos pros dois!

Assinar Feed dos Comentários

Postar um comentário

Deixe o Amigão feliz, comente isto!



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

____