quinta-feira, 19 de março de 2009


Não sou muito ligado neste negócio de celebridades, mas presto atenção quando elas estão falando algo sério.E numa dessas eu ouvi uma frase dita pelo Clodovil em algum programa de TV quando ele bradava, ou brigava ou xingava sobre alguma coisa não sei bem, a frase ecoou pelos meus ouvidos.Ecoa ainda hoje.
Pois é, a frase mais importante e quem tem me pontuado foi dita pelo Clodovil: “Não se mendiga afeto”.
Pode ser o efeito da chuva dessa quarta-feira, mas o sono demorou muito pra chegar, fico rolando na cama e pensando em vidas trágicas de pessoas solitárias. Algumas que são encontradas mortas dias depois quando o cheiro insuportável começa a sair pelas frestas da porta.
Pessoas tristes.
Gente vazia.
Não consigo dormir.
Lembro que já vivi sozinho.
Não sei como mudei de vida, mas mudei.
Chove muito e estou rolando na cama. Este tipo de notícias e como os fatos se sucedem mexem bastante. Pessoas solitárias por opção ou não.
Algumas por aí mendigando um pouco de amor. Quando se deveria conquistar. Amar pra ser amado não o contrário. Carinho não se mendiga.
“Ele não tinha nenhum parente próximo”diz a matéria. Dói. E talvez daí surja toda a explicação para o temperamento forte e explosivo do moço.
Pena!
Tristeza!.
Levanto, vou ao quarto do William e pergunto se está tudo bem e como resposta recebo um som qualquer de “hã hã’.A mãe do William está hospedada aqui em casa, dou uma olhada no quarto, está tudo bem. Pelo menos aqui em casa está tudo bem.
Agradeço a Deus por minha vida ser uma distribuição farta e recíproca de abraços, sorrisos e afetos conquistados.

Agradeço por não ter sido mais um mendigo do amor, destes que andam na chuva fria e gelada que destrói e quando voltam pra casa voltam com algumas migalhas de carinho no bolso que para nada mais servem em noites como esta.
Vou até a varanda e olho pra "Ana Carolina" que começa a pular em cima de mim.Fico sentado na cadeira enquanto ela respousa nos meus pés e a chuva cai intensamente.
Nunca prestei atenção em nada do que este senhor fez ou falou. Não tinha nada contra ele.A maneira como viveu sua vida não me diz respeito mas uma frase dele salvou a minha : Não se mendiga afeto.

Hoje mais do que nunca eu desejo um bom dia, mas bom dia mesmo!

14 comentários. Clique e deixe o seu!!:

Flávia e Kbça disse...

bom dia amigão! bom dia mesmo!!

um dia vou falar sério, assim ocmo você... colocando palavras certas em ocasiões corretas.

Clodovil, foi um dos caras mas sacaneados do Brasil, também não tinha nada contra, até porque, gosto muito de pessoas autênticas e ele me parecia.

Poucos dias antes de ser encontrado em estado grave, a declaração/desabafo dele após ser absolvido em um processo:
"amanhã agente tropeça e morre, o que fica? dinheiro, pertences, não. o que fica é o caráter e a dignidade de uma pessoa"

vai dizer amigão. vai dizer!!!

um abraço.

Du disse...

Amar pra ser amado... Sei não, Amigão... Às vezes a gente ama, ama e ama e mesmo assim não conquista o amor, sabia? Bom, pelo menos comigo foi assim...
Na verdade não dá pra entender o que se passa na cabeça das pessoas, a mente humana é uma coisa fabulosa, capaz de causar estragos irreversíveis em algumas vidas.
Com certeza afeto não se mendiga, mas confesso que já fiz isso. Agora NUNCA MAIS!

Boa tarde, mas boa tarde mesmooooooo!!!

NANA disse...

"Amar pra ser amado", sim, mas eu sou mais a favor do "amar, ser amado é consequencia".


Uma vez eu li uma crônica que dizia que quando vc precisa implorar atenção, carinho e amor, algo está errado e talvez seja 'eu'!

Te amo!
Beijão no ♥

Cristiane A. Fetter disse...

É isso aí Airton, ninguém vive sozinha e quando vive é muito triste.
Somos uma raça que gosta de viver em grupos, e se podemos ter afeto pelos outros e eles por nós, melhor ainda.
Grande dia.
bjks

Flávia e Kbça disse...

um feedback é sempre bom né!!!

abraço.

Su disse...

Boa noite, mas boa noite meeeesmo!!!

"não se mendiga afeto!" Infelizmente já fiz isso, mas hoje não mais!!

Procuro retribuir carinho da mesma forma que recebo, é reciprocidade, amor verdadeiro! Qndo o carinho, a amizade, o afeto é verdadeiro não há mendigos dele!!!

Beijos e boa noite, meu amor!!

Suzi disse...

“Ele não tinha nenhum parente próximo” - essa frase também mexeu comigo, amigão. Nossa!! Pensei em tanta coisa, me deu uma dor no coração... Ele foi adotado por uma família estrangeira, não é? E nem chegou a conhecer a mãe biológica, pelo que eu já tinha ouvido dizer. Mas “não ter nenhum parente próximo”, pra fazer contato, ninguém pra ligar, enquanto ele estava internado...

Eu gostava dele, sabe? Sei lá, acho que ainda por força do tempo do TV Mulher, quando até a Marta Suplicy era outra pessoa...

Ouvi o Zé Simão dizer que depois da Dercy Gonçalves o Clodovil era a única morte que dava pra encarar com bom humor. E terminou fazendo umas piadas que, sem ter o menor mau gosto, eram muito mais uma homenagem.

Fiquei triste por vê-lo morrer numa solidão de dar dó...
Muito triste...

Tay disse...

Olá Amigão,nunca tinha vindo aki pra falar a verdade eu ñ conhecia esse blog e acehi super interessante (por sinal pretendo linka-lo se ñ se importar) voltarei sempre,okey???
Quanto ao fato de mendigar afeto,isso ja fiz demais,tenho q confessar triste ter q dizer isso,mais ja o fiz...fazer o q ne???
bjjjj

Dani M. disse...

Muito triste a situação do Clodovil mesmo. Concordo contigo que realmente ele devia ter aquele jeito de ser por conta disso, da solidão, da falta de afeto.
Ele era meio maluquinho mas tinha umas tiradas muito boas. Que Deus o tenha!
Novamente concordo com você quando ao afeto. ele precisa ser conquistado e é uma conquista diária.
Bjo grande

Éverton Vidal Azevedo disse...

Texto pra levar guardado na cabeça Amigão.

Fiquei a pensar nas pessoas solitárias. Lembrei até daquela música dos Beatles, Eleanor Rigby.

Eu também penso que devemos amar para ser amado. O ponto de partida é sempre nosso. E ninguém deve ficar esperando alguém tomar a iniciativa. Amar acima de tudo nós mesmos, olhando a si mesmo com dignidade e como parte de uma coisa maior que é a Humanidade. Depois a gente olha o outro, mesmo o que está no erro como parte de nós e começa um ciclo poderoso de amor que brevemente chega a nós mesmos. Recebemos o amor que liberamos.

Não se mendiga afeto, é fato. Uma frase pra guardar.

Parabéns pelo texto.
Boa noite!

Luca disse...

noossa!

nao lembro de posts tão emocionantes qto este por aqui...

...ficou poético, melancólico e bonito.

por isso que gostamos tanto de vc e nao é gratuitamente, amigão. é por merecimento, pela tua positividade e sem mendicância.

Amigao disse...

Pois é isto amigos,
Quando parei de mendigar afeto e abri todas as portas para novas possibilidades aconteceu uma avalanche de carinho,amor e coisas boas.
A vida é assim mesmo

Jhonatas Franco disse...

Lindo, lindo!

Sutil, bem escrito e completamente verdadeiro.

Show!

Natália disse...

Em um dado momento da vida, praticamente todo mundo acaba esquecendo seu próprio valor em nome de algo que julga ser amor, e daí a mendicância é consequente.
O importante é lembrar disso aí que você ouviu logo de quem, e nunca mais esqueceu.
"Não se mendiga afeto!".

Um beijo com todo o meu afeto para você, Amigão =]

Assinar Feed dos Comentários

Postar um comentário

Deixe o Amigão feliz, comente isto!



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

____