terça-feira, 31 de março de 2009


O encontro foi marcado no bar do Aníbal. Aquele que fica ali na próximo ao Mc Donald’s da Cidade Jardim..
- E ai amigão, quanto Tempo?
- Pois é rapaz, mais de dez anos né?
- É, marcamos muitas brejas e não tomamos nenhuma. Mas eu queria falar com você. É o casamento do meu filho, eu faço questão que você vá!
- Casamento de filho? Amigão, você encheu a boca pra falar “meu filho”...Onde tu arranjou este filho?
- Putz é uma longa história. O moleque vai casar, olha aqui o convite:
” Jose Airton de Sousa e Maria Aparecida, convidam para o enlace matrimonial de William e Juliana”
Não tinha como negar, ali estava o convite na mão. Convite mesmo de casamento..
- Garçom, pelo amor de Deus, cadê o Aníbal?
- Não trabalha aqui há mais de dez anos. Montou uma padaria lá no Capão Redondo, ficou rico.
As coisa mudaram muito. O Aníbal casou e foi embora. O amigão aparece e diz que tem um filho e que este filho vai casar e que ele vai ser avô? Qual foi mesmo a parte que eu perdi?

- Putz, lembra amigão, aquela porção de picanha que só o Aníbal, fazia?

- Não era ele, era a cozinheira, a Zefa que preparava.
- Garçom, peça pra Zefa preparar uma porção de picanha.
- Casou com o Aníbal e não trabalha mais aqui.
- Ok, me manda então uma caipirinha.
- Como os senhores querem a caipirinha?
- Meu amigo por favor, caipirinha é limão pinga, gelo e açúcar.Que umdesenho?
- Mas temos de Vodka, saquê...
- Saquê??? Meu Deus do céu, cadê o Aníbal pelo amor de Deus?
- Casou com a Zefa e montou uma padaria no Capão Redondo e...
- Eu sei, você já falou, caramba!
- Calma amigão.
- Não. Calma você que não ta entendendo. O meu filho vai casar. Quem vai cuidar de mim agora, quem vai olhar por mim quando eu ficar velho?
- Garçom, traz dois chops e uma porção de picanha
- Calma amigão, primeiro você some e agora me aparece com um convite de casamento de um filho que eu nunca ouvi falar e agora, dez anos depois descubro que o Aníbal roubava a gente e montou uma padaria, e pra fudê casou com a Zefa...é muito!
Ficam os dois em silêncio. Um surpreso com as novidades do mundo.Outro assustado, segurando um convite de casamento.
Chega a porção de picanha com molho de goiaba por cima.
- Não sacaneia, picanha é sal grosso e alho.É muito, é muito pra minha cabeça!
- Cadê o Aníbal pelo amor de Deus?
- Casou com a Zefa e montou uma padaria lá no Capão redondo...

- Hei, táxi ! Toca pro Capão Redondo, este Aníbal me paga.

segunda-feira, 30 de março de 2009


Eu tentei aprender tocar piano, mas só sei tocar com a mão direita. O que não adianta nada pois a música vira um monte de “Tan, tan, tan , tan” sem sentido.

Eu já li quase todos os livros, mas não gosto de falar. O que não adianta nada pois o bom mesmo é escrever posts cheio de citações e referências.

Eu acho que ainda sei jogar tênis.Minha tacada era muito forte, há uns dez anos atrás. O que não adianta muito pois a falta de exercícios me tornaram uma pessoa digamos assim ....

Eu sei que o cigarro faz mal.O que não adianta saber, pois o maldito vicio me consome.

Eu gosto de escrever no papel e depois que passar para o computador. O que não adianta pois minha mesa vira um monte de rascunhos e textos inacabados aliados a preguiça de digitar.

E assim os dias vão passando e as coisas que sei fazer, os livros que tenho pra ler, os amigos para quem tenho que ligar, os recados pra responder. O trabalho, as pendências, o regime, o ano bíblico que iria iniciar em janeiro, as resoluções para 2009.... E não adianta nada, pois sei que tenho que fazer mas não faço.

To pensando que em dias como este, todo o conhecimento e sabedoria e certezas não são suficientes. Tudo que se adquiriu em anos de escola e na vida não trazem a força necessária para enfrentar os momentos que seguem.

Mas eis que a resposta chega por email, enviado por uma amiga muito querida D: "Deus se preocupa com cada coisa que nos preocupa. A diferença entre nossa preocupação e a dEle é que Ele pode cuidar disso melhor do que nós."


Deixe que o dia passe e que corra livremente as suas horas. Eu vou pensar que é festa e vou tentar contagiar a todos e deixar que todos os males fiquem para outro dia.

Por hoje eu desejo um bom dia, mas um bom dia mesmo!

sábado, 28 de março de 2009

Por um probleminha técnico não publicaremos o "Sofá do Amigão" hoje. Em comum acordo com a Natália e o Moiza, decidimos adiar o sofá da Nat, para o próximo sábado.Nada que não dê pra resolver.Peço desculpas aos leitores meus e da Natália.

Enquanto isso, garimpando as coisas por aqui na minha caixinha de tralhas, encontro um artigo cuja autoria não me recordo, onde leio que o mais precioso dos tempos, é exatamente aquele que você reserva para você, quando durante minutos e em todos os dias do ano se reencontra e reflete sobre o que é importante de verdade, e qual a dimensão real das coisas.

O artigo, traz recomendações básicas:
1. Aprenda a viver o presente. Sempre que a ansiedade o assediar, respire fundo e volte para o presente. Sempre que o telefone tocar, antes de tirá-lo do gancho, respire fundo. O condicionamento trará a você calma e tranquilidade.
2. Estabeleça limites. Eleja um tempo só para você. Dedique-se a estar com você. Talvez para conquistar esse tempo seja necessário exercitar sua capacidade de dizer não a alguns compromissos.
3.Delicie-se com as coisas prosaicas. Varra o chão, converse atentamente com seus filhos. Não importa o que você faz, mas como faz.
4. Crie tempo livre. Sabe como quando você programa um passeio ao ar livre e o dia amanhece chuvoso? Você tem que abandonar seus planos e inventar o que fazer. Habitue-se a isso.
5. Faça o que você quer fazer. Aprenda a conciliar o tempo com o que lhe dá prazer

6. Crie um tempo para estar só. Medite, relaxe, esteja em paz. Assim a ansiedade se afastará cada vez mais de você.
Que coisa mais babaca, você deve ter pensado. E é mesmo. É bonitinho de ler mas dificil de praticar, mas é uma tentativa de dividir como você, que apareceu por aqui pacientemente, esta pequena e preciosa descoberta, que será decisiva para enfrentar a semana que vem pela frente.
Com tranquilidade, compreensão e o maior e mais absoluto respeito a tudo e a todos. Muito especialmente e primeiramente a você mesmo.
Então é isto, hoje as 20h30 não esqueça de apagar as luzes e segunda-feira é dia de "big fone" na agência em que trabalho, o que significa que alguns funcionários estarão no paredão. Mas isto não é bem um papo para o final de semana.


Feliz Sábado!

sexta-feira, 27 de março de 2009

Bom dia amiguinhos,
“Meu nome é Maria Elite. Era prá ser Maria Eliete mas o moço do cartório errou e ficou Elite. Meu nome de batismo mesmo. Eu sou a diarista do amigão.Venho aqui toda sexta- feira limpar a casa dele. “

Pois foi assim amiguinhos que comecei por aqui. No dia 21 de março de 2008 meu patrão deu bobeira deixou o PC ligado e eu pimba, virei a blogueira mais querida da internet.
De lá pra cá tanta coisa aconteceu. Meu patrão achou que ficaria legal criar um namorado pra mim, o Janderson, mas por preguiça ele mesmo resolveu que tava na hora do sujeito desaparecer.Depois inventou orkut que eu nunca entrei e criou comunidades e nada.Ele achou que ia faturar um troco às minhas custas, se deu mal.
Os problemas são os mesmos
"Se metem na minha vida não dão folga o dia inteiro
Tão sempre reclamando de dinheiro
Não posso tomar banho demorado
Nem ficar cantando no chuveiro
Lá em casa continuam
Os mesmos problemas
Lá em casa continuam
Me perturbando
Lá em casa continuam
Enchendo o saco
Não deixam escutar o som mais alto
A todo momento tem um bico no meu quarto
É roupa cabelo, as más linguas, as pessoas que ando
Querem que eu guarde economia na poupança"



Pois é esta aí sou eu. Um ano e nenhum problema resolvido.


E amanha eu volto com a dona Natália aqui no sofá do patrão.

quinta-feira, 26 de março de 2009


A Revista Piaui, da qual sou assinante há mais de dois anos trouxe na capa da edição de março uma chamada para a história em quadrinhos do mês: Memórias de um ex-Adventista.
A Galera do blog sabe que sou ex-adventista e quem ler a história pode crer, é minha vida ali escrita, escarrada sem tirar nem por.
Antes de postar hoje, fui lá no blog do autor da história. Allan Sieber, pra conhecer um pouco mais do seu trabalho e gostei muito e até postei um comentário por lá.

Fiquei impressionado com a riqueza de detalhes e consegui me ver em várias cenas. Não sou daqueles que vai correndo escrever pra revista mas talvez escreva pra elogiar, embora a minha visão seja um pouco diferente da visão do Allan. Onde ele lamenta ter participado disso eu agradeço e sinto muito orgulho. Sim, tenho orgulho de ter sido um Adventista e dos bons hein? Sem contar aquilo que vocês sabem que eu tenho uma dívida social muito grande com esta igreja. Lembra, o garoto bobão que morava na favela e saiu do Rio direto pro zunzum da publicidade brasileira? Pois , é uma dívida que nunca será paga.

No final da história Allan termina com um clássico, o corinho que eu cantava e ainda canto.A músiquinha que me inspirava e ainda inspira todos os dias, nos meus maus e bons momentos.E que eu nunca esqueci e que me traz tranquilidade.
É quando saio pela manhã, como hoje por exemplo e vou assobiando a melodia pela estrada:
Vou caminhando, sempre contente
Pela estrada rumo ao céu
Não tenho medo,Vou confiante
Pois Jesus comigo vai.
Quando fraco estou
Cristo dá me sua mão,
Juntos vamos assim, seu amor cantando!

Tomara que isto nunca passe.

Hoje no lugar de dizer um bom dia, mas bom dia mesmo, vou trocar por um Que Deus abençoe a todos. Inclusive o Allan, né não?

Mas eu não consigo terminar um post sem dizer um bom dia, mas bom dia mesmo.
Copiei as tirinhas do site da Revista Piaui. E aqui o endereço do blog do Allan

quarta-feira, 25 de março de 2009


Este meme é para a Elite, enviado pela Su, minha irmãzinha querida que escreve lá no “entre marés”. Mandou pra Elite, mas eu to sem assunto pra feijuca de hoje e um meme destes quebra um galho danado.

E a Elite não vai responder mesmo pois não tem a mínima idéia que existam pecados capitais.Ela sempre achou que pecado era pecado e pronto.Não que uns fossem capitais e outros não. Mas esquece a Elite, ela é doida. Deixa que eu respondo o meme.
As regrinhas básicas do meme:
- Citar em que situações você se enquadra em cada um dos pecados capitais.
- Publicar suas respostas no blog.
- Passar para 8 blogs.
- Avisar e Linkar os blogs escolhidos.
Então, vamos a confissão:
Gula: Não tenho este pecado. Não consta na relação capital que beber demais seja pecado. Eu não como. As pessoas brigam porque o “Airton ainda não comeu”. Chega a ser engraçado. você tem que comer, não pode ficar sem comer. Já passei um final de semana inteiro sem comer nada.
(e você acha isto bonito?)
Avareza: Não sou avarento por um simples motivo, eu não tenho nada a que me apegar.Não tenho dinheiro, não tenho carro, não tenho roupa nova, não tenho sapatos enfim não tenho porcaria nenhuma. (2 x0)
Inveja: Eu acho a inveja uma merda. Mas tenho inveja do cara que inventou este provérbio.
Ira: Não há nada que me tire do sério. Acho que nunca fiquei irado.
Soberba: Não me considero soberbo.Aliás modéstia a parte, sou um dos caras mais humildes que há no mundo inteiro.
Luxúria: xiii…aqui eu me lasco.Vou pular este pecado.
Preguiça: Putz tava indo tão bem, aqui eu me lasco novamente. Vou colocar uma piadinha no meio pra tentar amenizar a situação:

Um paulista, trabalhando pesado vê o baiano deitado numa rede, na maior folga:
- Você sabia que a preguiça é um dos 7 pecados capitais?
E o baiano, sem nem se mexer:
- Pois é… A inveja também!

Agora veja no esquema abaixo que os pecados também podem ser combinados. A pena disso eu não sei, vai por conta da confissão e do coração do cara que a receber. Mas eu ainda prefiro o recurso básico fundamental, confissão só pro cara lá de cima, que perdoa, esquece e não conta pra mais ninguém.
(copiei do Perguntas Cretinas)


*E como diz a regra, eu tenho que passar para oito pessoas. Esquece.Ninguém mas repassa meme. Mas se você quiser responder pode copiar a vontade.




Sábado, tem UM POUCO DE BOSSA


- Amigão, eu gostaria que você escrevesse no meu blog no dia 04 de abril, na coluna de Quinta, você aceita?

- Lógico, que aceito. Mas eu sempre me perguntei, por que a Natália nunca me convidou?


- Hahaha, Amigão, você é mesmo uma graça.Então, eu nunca te convidei porque antigamente tu escrevia às quintas pro Notícias Irrelevantes e eu achava cá comigo que por isso tu não aceitaria. Daí o tempo foi passando e eu sempre pensando em te convidar, mas acabava nunca convidando. Pois agora está convidadíssimo

- Eu aceito com o maior prazer. Aliás tenho um texto inédito, vou mandar pra "Coluna de Quinta". A propósito, eu gostaria que você participasse do Sofá, no ultimo sábado de março, você topa? Quando você veio, não teve foto sua.

- É verdade, no sofá eu ainda era Paty Maionese. Pode deixar que eu escrevo pro último sábado de março com o maior prazer e eu vou contar uma coisa legal, que eu ia contar no meu blog, mas diante do convite, eu conto no teu.

segunda-feira, 23 de março de 2009


Não vivo sem música. Qualquer coisa que me lembre um banquinho e um vilão é suficiente para fazer uma festa. E festa é outra coisa que adoro. Festa e música. Por isso foi aquela festa a hora que o Maurinho apareceu lá em casa. Não demorou um segundo pra aparecer também um banquinho e um violão. E outros segundos passaram até que a notícia se espalhou pelo bairro: O Maurinho vai tocar na casa do amigão.
A voz do Maurinho é um pouco alta demais, mas é bonita afinada. Dá gosto ouvir, o cara canta muito.Ou como se diz canta pra cacete : Caetano, Djavan, Zé Geraldo você já ouviu alguma outra música do Zé Geraldo que não fosse Cidadão? O Maurinho canta esta e várias outras. Raul, Fagner, Chico, Tim Maia além de muita bossa nova e muito rock.
Tudo bem que o Maurinho não sabe tocar “Pai” do Fábio Jr., mas rolou de tudo. Até a música da Rosinha lembra?
Vou construir minha casinha, lá no alto do cerrado; Mais eu só levo a Rosinha, depois de tudo acabado; É feita de pau-a-pique, colada com eucatex; E na parede tem quadrinhos, presos com fita durex; Tem fios pra todo lado, só falta eletricidade; Mais nao demora ela chega, vem junto com a cidade. Aí eu vendo esta merda, e encho o cú de dinheiro;
E a Rosinha que se foda, eu vou morar num puteiro.”

Mas o que eu acho que irritou mesmo os vizinhos não convidados foi quando lá pelas tantas começou:
“Daí eu choro tanto e o pranto não para,
Acho que to tomando vergonha na cara,
Vou ligar pra ela e vou dizer:
- Vai se fuder, to com outra mais gostosa que você”

Ah foi isto então. Ainda bem que a policia chegou de mansinho e educamente pediu que a gente dimimuisse o volume do som. Mas era música ao vivo:
- Você morava ali naquela casa né? Agora ta morando aqui? Já fomos chamados várias vezes lá também. Eu lembro de você.
- hehehehehe . Quer entrar seu policia, tomar uma com a gente?
- Não amigão to em horário de serviço.São três horas da manhã, cantem mais baixo.
Mas vem cá, chamar policia pra festa? Só porque estava muito alto e porque eram apenas (ainda) três horas da manhã? Ô gente insensivel, né não?



Desejo ainda que você seja tolerante
Não com os que erram pouco
Porque isso é fácil
Mas com os que erram muito e irremediavelmente
E que fazendo bom uso dessa tolerância
Você sirva de exemplo aos outros

(do poema do Victor Hugo)

sábado, 21 de março de 2009



_ Grande Amigão! Valeu pelo convite tão inesperado pra eu me sentar aqui, no sofá mais ilustre da blogosfera brazuca!
_ Ué, amigão! Mas foi você mesmo quem sugeriu ser convidado!
_ Ahh... muuuuito obrigado pela sutileza, viu? Só por causa disso, o Mutum também vai sentar, deitar e rolar aqui, neste sofá vermelho!
_ Tudo bem, Moiza! É a Dona Elite quem vai deixar tudo arrumadinho depois, mesmo...
_ Maldade, Amigão! Putz... acho que ela escutou! Estou ouvindo uns choros desconsolados ali atrás da porta...


O Amigão resolveu mudar a cara do Sofá e eu não deixei por menos: forcei-o a me convidar, por livre e espontânea pressão, pra me sentar neste sofá novinho em folha (o outro já estava mofado de tanto suor de bundas ilustres que por lá se sentaram). E não é que o Amigão acabou aceitando se submeter à pressão? E cá estou, prontinho pra desabar a escrever bobagens pra toda a galera que prestigia tão fodástico blog.

Pra quem não me conhece (e não perdeu nada, até agora), sou o Moiza; cartunista, advogado... ou, pelo menos, tentando ser as duas coisas ao mesmo tempo. Gostam das caricaturas que aparecem aqui, no Sofá? Pois é, sou eu quem as faço. Não gostam das caricaturas que aparecem aqui, no Sofá? Pois é, sou eu quem as faço. Desenho mal pacas, admito... mas estou tentando melhorar. Só uma pena que não sou muito dado a me esforçar demais.

Falando nisso (em quê, mesmo?), acabei de pensar num bom tema pra minha postagem (estava escrevendo a esmos, sem destino, quando acaba de me acender uma luz): ‘quadrinhos e blogs’. Sim! Tema de intrincada complexidade, alto teor filosófico e metafísico... e totalmente pretensioso, já que eu mesmo divulgo meus quadrinhos e desenhos em blogs por aí.

Os quadrinhos estão em crise há décadas, e parece que nunca mais vai retomar a glória dos saudosos anos 60 e 70, mas são muitos e muitos que ainda curtem ler tirinhas em jornais, comprar gibis em bancas... e – mais pros anos 2000 – ler blogs de tirinhas e quadrinhos em geral. Tantos e tantos blogs de tirinhas que a gente vê por aí. Esse negócio de blogsfera e todas as facilidades da inclusão digital é fantástico! Qualquer mané pode montar um blog de tirinhas hoje em dia. Não sabe desenhar, mas já tentou fazer personagens em forma de palitinhos? Parabéns! Está apto a criar um blog de tirinhas.

Já contabilizei milhares e milhares de blogs de tirinhas com desenhos feitos no enfadonho MS Paint. Existem, hoje, muitos programinhas em que a pessoa pode criar suas próprias tirinhas, montando o enredo com personagens pré-desenhados e já disponíveis. Não é preciso saber desenhar, enfim... basta ter boas idéias (ou, pelo menos, adaptar em tirinhas piadas dos tempos do suco de laranja em caixinha com rolha). Simples de tudo.

O que importa é divulgar a arte, seja lá o que isso significar. O importante é mostrar o talento – por mais duvidoso que seja – pro mundo. É fazer as pessoas rirem. E isso é magnífico! Os jornais, infelizmente, resolveram dedicar mais espaço às notícias estressantes e altamente depressivas sobre a corrupção no Legislativo, as tragédias da vida privada, a crise mundial... e se esqueceram de entreter seus leitores. Esqueceram-se de que já vivemos momentos difíceis demais na realidade, e que nada enche mais o saco do que nos depararmos com mais notícias ruins nos jornais. Esqueceram-se do papel das tirinhas! De dedicar um espaço para um pouco de humor na vida.

Quando um jornal falha, é aí que entram os blogs. O verdadeiro artista nunca se deixa abater pela falta de apoio da mídia. Além disso, um jornal, muitas vezes, não passa de uma vitrine de curtíssima abrangência; somente envolvendo a região em que circula. Um blog não; um blog entra na casa de milhares de pessoas do mundo todo!

Artistas – em especial, os desenhistas de tirinhas – e os jornais sempre andaram lado a lado. Porém, os jornais preferiram relegar as tirinhas a segundo, terceiro, enésimo plano. Eu, realmente, não consigo entender qual é a lógica da coisa. Tirinhas são piadas legais, que não tomam tempo do leitor e quase não gastam espaço do jornal (é só jogar uma propaganda pra um canto, apertar um anúncio do outro lado e... voalá! Já cabe uma tirinha ali); além de que entretém a crianças e adultos... mas os jornais preferem dedicar mais espaço a notícias que a gente já está de saco cheio de ver e viver!!! Não tem cabimento uma coisa dessas, tem?

Estou na luta, caros leitores. Os jornais estão se esquecendo das tirinhas??? Ahh... mas a net, não! O Google, não! A blogosfera, também não! Há espaço ainda, pra quem curte desenhar e ler tirinhas.

A propósito (e já que o Amigão não falou nada a respeito de proibir propaganda por aqui), vocês podem conferir tirinhas minhas em diversos blogs e sites, tais como:
- http://universomutum.blogspot.com/
- http://tirasnacionais.blogspot.com/
- http://www.casadastiras.com/
- http://www.humordaterra.com/
- http://www/... Ops! Acho que são só esses, hehehehe

Enfim, o negócio é não se deixar abater. É aproveitar as facilidades que a net nos proporciona e nos desembestar a desenhar e rir com nossas manifestações artísticas, por mais toscas que sejam.

Vou parando por aqui, que este texto já ficou comprido demais... e deve estar torrando o saco dos leitores.

Abração a todos o/
Valeu, Amigão, pelo “convite forçado”, hehehehe

Até a próxima.

sexta-feira, 20 de março de 2009


- Alô, dona Elite?
- Sim!
- Aqui é o Moiza, tudo bem com a senhora?
- Oi seu Moiza, como vai que saudade!
- Tudo bem dona Elite, a senhora sabe quem vai para o sofá amanhã? O seu patrão não disse nada, não fiz os desenhos.
- Eu também não sei seu Moiza. As coisas por aqui estão complicadas. É cocô de cachorro pra tudo quanto é lado. É muita sujeira. O patrão é um irresponsável, deixa tudo na minha mão. Eu sinceramente espero que não venha ninguém amanhã. To muito cansada seu Moiza...
- Dona Elite, eu...
- Ah, desculpa seu Moiza, eu ando reclamando muito ultimamente mas o senhor sabe né? O Janderson me deixou. O amigão e a "aninha" são as únicas coisas que me restam agora. Sabe isto tudo é um castigo.
- Fica assim não Elite, eu tô indo aí fazer uma visitinha pra vocês. E vou ficar pro sofá.
- Sofá como assim?
- É Elite, eu to me convidando para o sofá, afinal eu que fotografo todos os convidados e o amigão só me chamou uma vez. E eu preciso falar sobre as minhas tirinhas.
- Ah....Então tá. Vou avisar pro patrão que o senhor vem.
- Elite tem mais uma coisinha, o Mutum vai também. Você pode tomar conta do menino?
- É...lógico seu Moiza, o Mutum é um anjinho que bom que ele vem também!

Desliguei o fone. Agora que a coisa desandou mesmo. Lá vem o seu Moiza com aquelas tirinhas e aquele moleque que ninguém aguenta.Mas como o patrão mesmo diz: "Todo castigo pra corno é pouco". Eu mereço! Eu mereço!

Este final de semana vai ser longo!
Maria Elite, natural da Bahia, é a diarista do Amigão e ex-namorada do Janderson. Escreve todas as sextas aqui no blog do patrãoe agora é limpadora oficial de cocô, da Ana Carolina, a cachorra, não a cantora. Além disso passa o dia inteiro ouvindo, cantando e arranhando a garganta com a Ana Carolina, a cantora, não a cachorra.Todas as notícias são verdadeiras, a única falsa aqui é ela mesmo. As ilutrações são feitas pelo Moiza.

quinta-feira, 19 de março de 2009


Não sou muito ligado neste negócio de celebridades, mas presto atenção quando elas estão falando algo sério.E numa dessas eu ouvi uma frase dita pelo Clodovil em algum programa de TV quando ele bradava, ou brigava ou xingava sobre alguma coisa não sei bem, a frase ecoou pelos meus ouvidos.Ecoa ainda hoje.
Pois é, a frase mais importante e quem tem me pontuado foi dita pelo Clodovil: “Não se mendiga afeto”.
Pode ser o efeito da chuva dessa quarta-feira, mas o sono demorou muito pra chegar, fico rolando na cama e pensando em vidas trágicas de pessoas solitárias. Algumas que são encontradas mortas dias depois quando o cheiro insuportável começa a sair pelas frestas da porta.
Pessoas tristes.
Gente vazia.
Não consigo dormir.
Lembro que já vivi sozinho.
Não sei como mudei de vida, mas mudei.
Chove muito e estou rolando na cama. Este tipo de notícias e como os fatos se sucedem mexem bastante. Pessoas solitárias por opção ou não.
Algumas por aí mendigando um pouco de amor. Quando se deveria conquistar. Amar pra ser amado não o contrário. Carinho não se mendiga.
“Ele não tinha nenhum parente próximo”diz a matéria. Dói. E talvez daí surja toda a explicação para o temperamento forte e explosivo do moço.
Pena!
Tristeza!.
Levanto, vou ao quarto do William e pergunto se está tudo bem e como resposta recebo um som qualquer de “hã hã’.A mãe do William está hospedada aqui em casa, dou uma olhada no quarto, está tudo bem. Pelo menos aqui em casa está tudo bem.
Agradeço a Deus por minha vida ser uma distribuição farta e recíproca de abraços, sorrisos e afetos conquistados.

Agradeço por não ter sido mais um mendigo do amor, destes que andam na chuva fria e gelada que destrói e quando voltam pra casa voltam com algumas migalhas de carinho no bolso que para nada mais servem em noites como esta.
Vou até a varanda e olho pra "Ana Carolina" que começa a pular em cima de mim.Fico sentado na cadeira enquanto ela respousa nos meus pés e a chuva cai intensamente.
Nunca prestei atenção em nada do que este senhor fez ou falou. Não tinha nada contra ele.A maneira como viveu sua vida não me diz respeito mas uma frase dele salvou a minha : Não se mendiga afeto.

Hoje mais do que nunca eu desejo um bom dia, mas bom dia mesmo!

quarta-feira, 18 de março de 2009

A moça, mandou um meme musical que deu muito trabalho de responder.Mas eis que estou aqui finalizando e respondendo.


1- Escolher um cantor(a): O óbvio seria o Cazuza. Mas quis fugir um pouco do óbvio e escolhi o Fagner, que é muito mais óbvio só que você não sabia disso ainda.
2-A cada pergunta feita, terá que escolher um título de uma música e colocar uma frase da música como resposta
3-Por último, repassar a 7 blogs - É dificil escolher os sete blogs.Então deixo a disposição para quem quiser pegar, colar, copiar, etc.


Nos anos 80 o Fagner já estava por aí arrebentando e eu tenho muitas, dezenas de letras de músicas decoradas. Duas porém me enfetiçam por terem o "olhar" como tema: "Jura Secreta" e "Espumas ao vento". Em "jura" Fagner lamenta o brilho do olhar que não causou e em "espumas" informa que o seu "olhar vai dar uma festa." ( a versão com a Elza Soares é muito boa também).O brilho que falta em um sobra na festa do outro. Ainda bem que é assim. "Meu olhar vai dar uma festa amor, na hora que você voltar". Tem noção do que é isso? Meu olhar vai dar uma festa?


Vamos então ao meme, mas eu continuo pensando...o meu olhar vai dar uma festa amor, na hora que você voltar...

1-És homem ou mulher? “Na verdade, meu bem desde que eu te encontrei sou um homem feliz. Que cansou de chorar, de fugir, lamentar que já não se maldiz .
Tudo isso meu bem com certeza não foi só porque o destino quis mas porque fizeste de mim um homem feliz. “ (Homem feliz)
2-Descreve-te"Sou um caboclo sonhador meu senhor, viu?Não queira mudar meu verso. Se é assim não tem conversa.Meu regresso para o brejo diminui a minha reza (Caboclo sonhador)


3. O que as pessoas acham de ti:


4-Como descreves teu último relacionamento:"Sei que ai dentro ainda mora um pedacinho de mim, um grande amor não acaba assim, feito espumas ao vento. Não é coisa de momento, raiva passageira, mania que dá e passa, feito brincadeira. O amor deixa marcas que não dá apagar". (Espumas ao vento)

5-Descreve o momento atual de tua relação:
"Você é o meu paraíso, a pessoa que eu tanto preciso. Com loucura e paixão eu rezo com o teu olhar. Eu gozo com a tua voz. Esse amor arrebenta com tudo. Parece até que o mundo não sobrevive sem nós "(A sombra de um vulcão)

6-Onde querias estar agora?"...hoje a noite namorar, sem ter medo da saudade e sem vontade de casar. Calça nova de riscado, paletó de linho branco que ate o mês passado, lá no campo ainda era flor.Sob o meu chapéu quebrado, um sorriso ingênuo e franco de um rapaz, novo e encantado, com vinte anos de amor "(Mucuripe)

7-O que pensas a respeito do amor? "Se não souber o que é o amor não vai compreender. Não vai compreender como é bom viver. Não vai entender, o que é ser feliz, não. Não vai atinar. Nem saber da loucura desse prazer, basta só amar " (Preguiça)

8-Como é tua vida?"A vida aqui só é ruim quando não chove no chão.Mas se chover dá de tudo, fartura tem de porção.Tomara que chova logo, tomara meu Deus tomara. Só deixo meu Cariri, no último pau de arara." ( Ultimo pau de arara)


9-O que pedirias se pudesses ter só um desejo: “Quem dera ser um peixe para em teu límpido aquário mergulhar. Fazer borbulhas de amor pra te encantar. Passar a noite em claro.Dentro de ti. Um peixe para enfeitar de corais tua cintura.Fazer silhuetas de amor à luz da lua saciar esta loucura dentro de ti" (Borbulhas de amor)

10 - Escreva uma frase sábia: “ Nada do que posso me alucina, tanto quanto o que não fiz.
Nada do que quero me suprime,do que por não saber que ainda não quis” (Jura Secreta).




O meu olhar vai dar uma festa amor!


Bom dia, mas bom dia mesmo!

terça-feira, 17 de março de 2009

Que eu me lembre, tive dois amores na minha vida profissional a Nestlé que já me abandonou faz tempo e a Fiat, amor atual.
Conheci a Fiat quando entrei na Ogilvy & Mather em 2001.É um cliente que ocupa minha semana inteira e muitas vezes meus finais de semana.
Minhas funções atuais em agências, resumem-se ao pos bay. Cuido de toda parte de checagem e verificação de veiculações do cliente antes de passar para o financeiro. A Fiat assim como a maioria dos clientes exije que haja uma comprovação de tudo que foi contratado e como foi realizado. Esta é mais ou menos minha função.
Tenho com a Fiat uma relação mais que profissional. É algo que gosto de fazer.É um cliente que me faz torcer e vibrar cada vez que é anunciado o líder de vendas do ano. E neste período que trabalho com a Fiat, ela foi a líder em vendas quase todo o tempo.
Em 2005 a Fiat anunciou sua saída da carteira de clientes da Ogilvy. Foi uma notícia muito ruim. Perder todo um processo que corria e fluía da maneira que eu queria e que implantara.
Conhecia todos os contatos de rádios, jornais e TV que trabalhavam com a Fiat. Era respeitado e consultado sobre cada ação envolvendo falhas e compensações de comerciais.Fiquei muito triste e logo fui desligado da agência mas foi só um dia. Pois assim que a Fiat aportou na GiovanniFCB fui convidado para acompanhar o cliente.
Entrei na Giovanni em maio de 2005. A mesma história, o mesmo carinho, os mesmo fornecedores que já estavam treinados e devidamente doutrinados. Na Giovanni a Fiat continuou batendo recordes de vendas e a agência criou ações e filmes espetaculares.Lembra do Gino Passione? Muita gente foi lá fazer a revisão só pra ganhar o Gino de presente.
E a série de filmes criados no ano passado com o Fábio Jr. como este aí:



A bomba explodiu na sexta-feira, dia 06/03 ..... Foi a partir de uma notícia publicada no Blue bus que fiquei sabendo. Assim como o marido enganado...


Dia triste aqui na agência. O maior cliente está nos deixando por causa da tal crise mundial. Cortes de despesas, otimização de processos e custos.
Mas é assim que este negócio funciona. Pelo menos desde que participo dele. A gente se apega, ama , torce e perde. Foi assim com a Nestlé, Gillette, Volks e muitos outros nestes tantos anos de carreira e agora pela segunda vez com a Fiat. Um relação de quase nove anos ( Giovanni e Ogilvy) parece que está chegando ao seu final. É como perder um parceiro ou um amigo. Mas é um cliente. São negócios, é dinheiro é o mundo é a vida.

Agora o que vem por aí, só Deus sabe!

segunda-feira, 16 de março de 2009


Quem me conhece sabe, um dia sem sorrisos é um dia perdido.

Boa semana, mas boa semana mesmo!

sábado, 14 de março de 2009


Minha Terapeuta está de férias!

Nossa, o meu bumbum tá tímido de sentar nesse sofá! É um sofá tão prestigiado, né... Eu aqui, cheia de crise, logo agora que 'Minha Terapeuta está de férias.'
É um luxo estar aqui, afinal depois do Carnaval não tem nada melhor que um sofá bem gostoso e colocar os pés para cima. Ah, eu sei que é sem educação colocar os pés no sofá, mas é que assim eu fico mais a vontade.
Até me faz lembrar quando minha terapeuta não estava de férias. Ficava a sessão toda com o pé no sofá... Menos no dia que cheguei super brava e ficava batendo o pézinho no chão enquanto xingava as ultimas 3 gerações de uma pessoa.
Ah, não se assustem... as pessoas falam cada coisa quando sentam em um sofá. Eu, que sou a mais recente psicologa arremessada no mundo, já ouvi tanta coisa, imagina essas que tem anos de experiência. Sofás são íntimos, né?! Pode ver...
Sala de espera que tem sofá é sempre um lugar mais íntimo. Postão de saúde não dá sensação de intimidade para ninguém! São aquelas cadeirinhas de plastico duras e coladas no chão. Nada íntimas!! Mas sofás... sofás sim, são íntimos. Tem até aquele lance de 'teste do sofá'. Maior intimidade no esquema.
Mas aqui no Amigão é diferente. Aqui no Amigão só sai coisa boa desse sofá, impressionante! Eu lembro de um post que escrevi há muito tempo sobre a roda gigante e se o amigão me permite eu vou comentar novamente sobre este bonito brinquedo do parque de diversões.


Convidada de hoje: Mariana, do blog "Minha Terapeuta está de férias"

Eu gosto de rodas gigantes. Eu nunca andei em uma. Tenho medo.
O que eu acho mais legal da roda gigante é que as vezes você tá em baixo, as vezes você tá em cima e por duas vezes você curte o meio.
Porque o mais legal de tudo é o durante!
No ínicio dá medo do que vem pela frente...
No final dá medo de deixar para trás...
Mas no durante... o durante é maravilhoso! Você sabe onde vai chegar. Se está em baixo, o durante é a certeza de chegar em cima. Se está em cima, o durante é a certeza que ao chegar em baixo logo logo estará em cima novamente.
O fato é que sempre estaremos vezes em baixo, vezes em cima. É assim que a roda gigante sobrevive.São os movimentos que a fazem bela!
Eu nunca tinha pensado sobre isso. Foi um amigo que me fez ver por esse ângulo. Ele me perguntou como eu estava, eu disse que não tão bem. Imediatamente ele retrucou: "Tá subindo ou tá descendo?"
Ao "ouvir" meu silêncio de quem não entendeu, ele explicou a roda gigante. Isso faz tempo...
Já subi e desci desta roda gigante umas muiiitas vezes desde que ele me falou. Se antes eu pensava que o legal era estar em cima...Hoje eu continuo com a mesma opinião! Eu gosto de estar em cima!!
A diferença é que passei a contemplar a paisagem também durante a subida e a descida!


Para ler outros textos da Mariana é só clicar AQUI

sexta-feira, 13 de março de 2009


O patrão me incubiu de comentar as respostas daquele meme de ontem. É pra eu contar pra vocês o que é verdade e o que é mentira.
Só me faltava esta.Agora além de cuidar da casa, cuidar da cachorra ainda tenho que comentar os posts dele? Faça me o favor né?Aliás, deixa eu contar um segredo pra vocês.

No primeiro cocô que a Ana Carolina fêz o patrão veio todo metido a besta:
- É o primeiro cocô dela, deixa que eu limpo.
O detalhe é que antes de chegar em casa, a Aninha estava largada pelo mundo e comia qualquer coisa.E o cocô dela fedia muito. E lá se foi a besta do patrão, todo-todo limpar o cocô.
Eu queria fotografar a cena pra mostrar pra vocês.Ele não conseguiu. Correu pro banheiro pra chamar o hugo. Hahahaha, bem feito. Eu ri muito.
O bom desta história, é que ele aumentou meu salário em vinte reais pra eu limpar o cocô da Aninha. Saí ganhando nesta.


Bem vamos então a tarefa:
1)Eu bebo muito suco de cenoura com maçã.
Esta é a primeira mentira. Quem bebe suco de cenoura com maçã sou eu. Aprendi a receita com a dona Suzi. Para o alcoolatra do patrão beber qualquer tipo de suco, só se tiver vodka no meio.O desinfeliz não bebe nem água.

2)Estou lendo 3 livros ao mesmo tempo, intercalando um com o outro.
Diz ele que está sim. Pelo menos os livros estão lá no criado mudo, um em cima do outro, fechadinhos.Quando ele lê eu não sei. Só se for de madrugada quanto tá todo mundo dormindo.

3)Eu não vivo sem relógio.

Isto é mentira sim. Esta é a única casa que eu trabalhei que não tem relógio. O patrão diz que não é escravo do tempo. O que eu acho uma irresponsabilidade sem tamanho. Também com a vida boa que este desinfeliz leva, relógio pra quê? Ele acorda e vai trabalhar sem saber as horas. Já aconteceu dele acordar 6 horas da manha e também já aconteceu de acordar às 11, meio dia,etc. Não sei como não perde o emprego.

4)Eu sei e gosto de jogar no bicho e de vez em quando eu ganho uma graninha.

Ele joga sim. Aprendeu com o pai que sabia tudo de jogo do bicho. E de vez em quando ele ganha uns trocados. Até quando sonha comigo ele joga:
- Elite sonhei com você, eu jogo na cobra ou na vaca?
- Porque o senhor não joga no viado seu fdp?
- Olha o respeito!

5) Adoro jogar tênis e dizem que tenho uma tacada muito boa.
Estou tentada a dizer que é mentira. Mas ele gosta de jogar sim, mas toda vez que o amigo dele, o seu Bill convida pra jogar ele sempre inventa uma desculpa pra não ir. Este negócio de dizer que tem uma boa tacada, dizem que é ele mesmo que acha isto.

6)Eu sou fã numero um da cantora Ana Carolina, daqueles bem loucos sabe? Tenho todos os CDs e sei todas as músicas de cor e salteado.Adoro!
Esta aí é mentira mesmo.Todo mundo sabe que ele não gosta da Ana Carolina.Meu patrão é implicante demais. Não sei como concordou quando os amigos deram o nome da Ana Carolina pra cachorra dele. Eu acho que foi um tipo de vingança. Se eu fosse a Ana eu processava este imbecil.É por isso que eu coloco o Cd dela bem alto pra irritar mesmo.

7)Eu vou à igreja quase todos os sábados.
Vai. Quase todos. Ou melhor ele quase vai todos os sábados. Mas é verdade. É a única coisa que presta que ele faz.Pode isto, um sujeito que bebe a semana inteira acordar no sábado com a cara mais limpa do mundo se arrumar (se arrumar é modo de dizer, viu?) e ir pra igreja rezar. Eu acho que ele tem muita culpa.

8)Eu gosto muito de cantar e minha voz é “baixo”.
Gosta. O pior é que gosta mesmo. Mas o pior mesmo é que ele pensa que sabe cantar. Ninguém merece ouvir as cantorias dele que mais parecem trovoadas desafinadas e sem sentido. Pô vamos combinar, se gosta de cantar então aprende né?

9)Eu só bebo cerveja nos dias de feira.
O desgraçado bebe muito. Eu também não entendi o que ele quis dizer.
- Como assim patrão, só em dia de feira?
- Mas Elite todo dia tem feira, segunda-feira, terça-feira, etc
- Mas e sábado e domingo não tem feira.
- Tem não Elite?
- Ah é, entendi
- Dããããã
Piadinha best.Aliás como todas. As mentiras são a 1,3 e 6. O desinfeliz, imbecil e falta-de-bom gosto, não toma suco de maça porcaria nenhuma, não usa relógios e não gosta da Ana Carolina.
Agora chega, eu to indo pois a Aninha fez cocô de novo.

Ah, amanhã tem visita no sofá do patrão, a dona Mariana, coitada, tão atarefada com os estudos mandou dizer que vem sim, sem falta.

Maria Elite, natural da Bahia, é a diarista do Amigão e ex-namorada do Janderson. Escreve todas as sextas aqui no blog do patrão e agora é limpadora oficial de cocô, da Ana Carolina, a cachorra, não a cantora. Além disso passa o dia inteiro ouvindo, cantando e arranhando a garganta com a Ana Carolina, a cantora, não a cachorra.Todas as notícias são verdadeiras, a única falsa aqui é ela mesmo. A montagem de hoje é do A.Pinheiro.

quinta-feira, 12 de março de 2009


Pra dizer a verdade eu tenho um monte de coisas pra contar pra vocês mas, vamos tomar um cafezinho e deixar a conversa pra outro dia?
Eu ganhei um meme que a Du me mandou e outro a Su enviou para a Elite. Dois memes pra responder mas como hoje é dia de cafezinho vou responder um meme que nem me enviaram mas que eu achei bem leve e muito legal.
Vi lá no blog da minha amigona Natalia, que copiou da Lore, que, por sua vez, copiou diretamente não sei de onde.

Você diz 9 coisas aleatórias a seu respeito, não importando a relevância. Sendo 6 verdades e 3 mentiras. Existem outras regras lá, o problema é que eu furto os memes e acabo nem cumprindo as regras nem repassando, mas este é o amigão, né? Vou postar nove coisas aleatórias sobre mim sendo que três são mentiras, mas são tão bobinhas que você vai acertar logo de cara. Vamos ver quem acerta as minhas mentiras:

1- Eu bebo muito suco de cenoura com maçã.
2- Estou lendo 3 livros ao mesmo tempo, intercalando um com o outro.
3- Eu não vivo sem relógio.
4- Eu sei e gosto de jogar no bicho e de vez em quando eu ganho uma graninha.
5- Adoro jogar tênis e dizem que tenho uma tacada muito boa.
6- Eu sou fã numero um da cantora Ana Carolina, daqueles bem loucos sabe? Tenho todos os CDs e sei todas as músicas de cor e salteado.Adoro!
7- Eu vou à igreja quase todos os sábados.
8- Eu gosto muito de cantar e minha voz é “baixo”.
9- Eu só bebo cerveja nos dias de feira.

E então? O que é mentira e o que é verdade?
Também vou responder nos comentários.É tão legalzinho este meme que eu acho que até a Suzi vai querer responder. Sintam-se bem a vontade para pegar.
Beijão do amigão e boa quinta pra você, mas boa mesmo tá?

quarta-feira, 11 de março de 2009



Eu sei que tá todo mundo esperando que eu comente sobre o Ronaldinho, e etc,etc e tal. Pois então vamos lá.

Eu só daqueles que gostam acima de tudo, do futebol. E lógico que sou fã do gordinho. Ronaldo tem aquelas qualidades que a gente gosta e aprecia nas pessoas. Todos ficamos fascinados com as histórias de pessoas que cairam e deram a volta por cima. O nosso herói foi campeão do mundo aos 17 anos de idade depois de ter passado por uma infância pobre, dura e sofrida.Ponto pra ele. Caiu, deu a volta por cima, mais um ponto.
Depois teve um ataque de não-sei-o-quê em plena final de Copa de Mundo e tivemos que esperar pela sua segunda volta por cima, quando nos deu a nossa quinta copa do mundo. Caiu de novo. Duas vezes caiu e duas vezes deu a volta por cima. Isto já é um milagre. Mas três vezes? Isto já é um fenômeno.

Pois é, o gordinho está dando sua terceira volta por cima. E para o bem do futebol ele irá conseguir novamente e quem sabe mais uma copa. Viva o futebol, viva o Ronaldo.

Mas...convenhamos fazer um gol logo contra o Palmeiras e logo no finalzinho do jogo? Nos acréscimos? Ah, não!
E pela festa que fizeram parece que o jogo foi 1X1 pro Corinthians. Lógico que eu queria que ele fizesse um gol naquele jogo mas eu torcia por uns 4X1 pro Verdão.
E ele levou cartão amarelo após a comemoração e o Kleber Machado gritou nervoso: "Este juíz não tem sensibilidade!" Hahahahahaha.Esta foi uma das melhores frases que ouvi nesse jogo. O juíz não tem sensibilidade.

Mas a melhor mesmo que emocionou, foi no Sportv: "Senhoras e senhores, Ronaldinho está de volta".

E os presentinhos não param de chegar...

Pois é, outro dia entrei lá no Bebendo e elas estavam fazendo a promoção dos 80 mil acessos e eu ganhei. Fui exatamente a 80a milésima visita (é isso, entendeu?). O brinde era uma camiseta, Mas elas adivinharam que eu preferia uma caneca. Eu já gostava do bebendo, agora com a caneca...Valeu meninas!


E por falar em canecas, outro dia postei sobre as canequinhas que a Lorena e a Suzanna me enviaram de presentes. Só mencionei sem mostrar as fotos das belezuras.

Este veio da Universidade Federal de Viçosa, da Lorena.



E esta veio direto de Porto Seguro - BA, enviada pelo Suzanna.


Sábado passado os meus afilhados Nathália e Daniel apareceram aqui em casa com uma caixa enorme. Era um presente pra mim.
Abri e tomei um susto. Sempre pensei em ter um cachorro em casa mas sempre esbarrava no cocô. Ter que limpar cocô de cachorro era algo impossível de fazer. Portanto se dependesse de mim jamais teria um cachorro.
Eles encontraram a cadelinha com vários ferimentos e bichos pelo corpo e resolveram adotar. No mesmo dia levaram ao veterinário, cuidaram das feridas, das pulgas , carrapatos e deram um bom banho na bichinha e aqui está a mais nova filhinha do amigão. Claro que aceitei na hora.
É uma vida totalmente nova pra mim e confesso estou impressionado com o meu comportamento. Já me peguei várias vezes brincando e falando como se ela fosse uma criança. E quando eu saio para trabalhar ela fica no portão impedindo minha passagem e quando eu chego e fica pulando em cima de mim, mordendo e lambendo e cheirando. Tem apenas dois meses de idade. O nome? Foi unamidade na hora de batizar: Ana Carolina.
E esta é a mais nova integrante da Turma do Amigão (real e virtual). Bem vinda, Ana Carolina! É isso aí!


coisinha lindinha do papai

terça-feira, 10 de março de 2009


Outro dia fuçando no you tube encontrei um filminho que marcou muito.É uma das melhores campanhas que vi no ar nos últimos tempos.

No filme soldados tentam encontrar o caminho que os levará à terra firme. Estão perdidos em alto mar e sem direção. Como não encontram a bússola de jeito nenhum e resolvem utilizar um cantil.

A trilha do filme a respiração ofegante dos soldados nos fazem imaginar que eles estão realmente perdidos.
E vão parar em uma festa na praia. De ínicio o que eles pensam é que aqueles clarões são bombas perigosas e fatais. Nada, são coloridos fogos animados e muita música eletrônica bombando.

No final a assinatura com a garrafa de Smirnoff e a locução: "Tudo pode acontecer quando você está aberto a novas possibilidades"

O filme é da JWT.


Bom dia, mas bom dia mesmo!

sábado, 7 de março de 2009

Convidado de hoje: Carlos Leda, dono do blog Mundiota.
Recebi um presente muito legal do Amigão, que é escrever um texto para que possa ser publicado em seu belo espaço. Confesso que não é nada fácil escrever sobre si mesmo, principalmente para sair no espaço de outra pessoa.
Escrevo muito no meu espaço, que tem as minhas características e meus objetivos, mas escrever para outro espaço é diferente.
Gosto de escrever sempre sobre assuntos onde eu possa suscitar o questionamento, a reflexão das pessoas. Gosto de ‘conversar’ com meu leitor de modo a tirá-lo da passividade, fazendo-o pensar sobre os assuntos que escrevo e tomando suas próprias decisões, mas quero aproveitar este espaço para escrever um pouco fora do meu formato habitual.

Para o meu blog fiz uma descrição de mim, que considero muito boa.
“Sou uma pessoa que procuro viver minha vida segundo os meus conceitos, o que eu julgo correto, descente, de bons princípios. Não primo por convenções sociais, grupos organizados, entidades. Primo sim por minha integridade, agir de acordo com os meus valores, claro que isso sem desrespeitar os valores e as outras pessoas.
Tenho uma formação profissional na área de informática, trabalhando atualmente mais com a internet, porém isso é o que eu estou, e não o que sou. Sou uma pessoa que procura ajudar aos outros, colaborar para criação de algo melhor em qualquer lugar onde eu esteja, que procura modificar posturas que não fazem bem as pessoas.
Sou um super-herói? Estou longe disso, nem pretendo ser. Somente pretendo ser alguém que faça diferença neste mundo, que o torne melhor, que faça a diferença, positivamente, na vidas das pessoas. Enfim, tento ser alguém que as pessoas lembrarão não como um número de RG, ou como um número de uma folha de empregados, mas sim como o Carlos Leda, aquele que fez algo.”
Este texto define bem meu modo de ser, agir. Desde que me conheço por gente vejo-me muito diferente dos demais, na quase totalidade das possibilidades. Até brinco que se as pessoas gostam do vermelho, eu gosto do verde, se as pessoas querem calor, eu quero frio. Questionei-me muito na vida sobre o porquê disso. Se era puramente pirraça, imaturidade, ou outro fator.
Hoje sei que não é pirraça, nem questão de querer ser diferente, mas somente ser diferente. Sou diferente de todas as pessoas do mundo, assim como todas as outras pessoas também o são. Talvez uma diferença minha seja continuar nos meus gostos, nos meus valores, ao invés de entrar na onda dos valores que a sociedade quer, nos modismos, convenções. Como disse no perfil, não gosto de nenhum agrupamento, quando estes servem para moldar as pessoas, tirar-lhes a autenticidade e deixá-los todos iguais. Não sou contra uma pessoa pertencer a um determinado grupo, mas sim sobre a forma como a pessoa age para pertencer a um determinado grupo.
Vamos supor que eu goste de três coisas, e existe um grupo que possui estas três características como vitais para que as pessoas pertençam ao grupo. Pois bem, nesse caso eu estarei no grupo. Mas o tempo passa e eu deixo de gostar de uma coisa. Eu saio do grupo na boa, afinal, agora ele está em desacordo comigo. Ou seja, pertencer a uma organização não é o problema, o problema é a pessoa se descaracterizar para isso.

Infelizmente tal postura não é nada bem vista na sociedade, e isso fez com que eu já me permitisse sofrer muito, chorar, me achar errado, que felicidade era algo distante para mim. Pois é, rótulos machucam pessoas, principalmente as mais jovens, que ainda não tiverem tempo para amadurecer, entender melhor o mundo onde vivem.

Mas felizmente essa fase passou. Hoje sei o que sou e sou feliz pelo que sou. Sei também que tenho defeitos, e busco ao máximo minimizá-los. Sei também que tenho qualidades, que me ajudam e ajudam aos outros, e isso quero maximizar.
De um tempo para cá passei a entender que a vida é de minha responsabilidade, somente minha. Digo que assumi as rédeas da minha vida, não as deixo mais soltas por aí, para que outras pessoas conduzam minha vida. Sou bem egoísta neste sentido. A vida é minha, e só minha. E desde esse dia passei a assumir toda responsabilidade sobre ela. Se faço algo errado, é porque EU fiz algo errado, e não porque o universo conspirou contra, ou então porque existem muitas pessoas más no mundo fazendo planos mirabolantes para que meus planos não se realizem. E se faço algo errado, não me abalo ficando triste, mas sim procuro entender o motivo pelo qual deu errado, e a partir do momento em que eu descobrir a causa, agir e evitar cometer o mesmo erro novamente, afinal, “errar é humano, persistir no erro é burrice”.

Ouvi certa vez que a dor é inevitável, o sofrimento não. E o que tiro desta frase? A dor é algo externo, o qual eu não posso evitar. Posso sim tentar ser prudente para minimizar as possibilidades, porém não posso agir sobre ela. Já o sofrimento é interno, é algo que NÓS decidimos, e se é algo que NÓS decidimos, temos toda a possibilidade do mundo de optar por não sofrer, e continuarmos felizes.

Vejo a felicidade como um estilo de vida, e não como conseqüência de coisas. Felicidade não é conseqüência de dinheiro, de status, de relacionamento, de filhos, de emprego, de saúde. Felicidade é opção. Se hoje tenho um emprego que me paga um determinado valor, serei feliz, mesmo que isso me impeça de adquirir algum produto que eu deseje. Se amanhã meu salário melhorar e eu poder adquirir o produto, continuarei a ser feliz, porém agora com o que eu desejava. Condicionar a felicidade a alguma coisa ou determinada situação é somente buscar sofrimento, e isso não faço.

Vejo hoje que muitos dos textos que chegaram até mim através de apresentações possuem lindas palavras, excelentes posturas e dicas valiosas sobre como fazermos da nossa vida uma vida melhor. E o engraçado é que antigamente recebia os mesmos textos e pensava “que babaquice, isso não se aplica, isso é só papo”.
Benditos o tempo, a reflexão, o discernimento, a opção. Eu pensava aquilo não por realmente ser aquilo, mas por eu não ter condições de aplicar aquilo em minha vida naquele momento, e fazendo uso do péssimo hábito humano falei mal. É o velho artifício utilizado pelos políticos, de desqualificar o bom para que ele possa ficar bem. Cometia este erro.

Creio hoje que tudo está na nossa mente, que com ela podemos tudo. Quando cremos em nós nada nos afeta, por pior que seja o ocorrido. Não estou inabalável, talvez nunca venha a estar, porém busco isso. E estar inabalável não significa não ter sentimentos, ignorar aos outros, colocar o próprio umbigo acima de tudo, mas sim saber que a única coisa que você pode mudar é a si mesmo, sua postura, sua ação, e assumir isso. Li hoje um texto que considerei muito interessante.

As palavras a seguir foram escritas na tumba de um bispo anglicano (1100 d.C.), nas criptas da abadia de Westminster: “Quando era jovem e livre e minha imaginação não tinha limites, eu sonhava em mudar o mundo. Quando fiquei mais velho e mais sábio, descobri que o mundo não mudaria; e assim, reduzi um pouco os limites de meu ideal e decidi mudar, apenas, meu país. Porém este, também, parecia imutável.À medida que chegava ao crepúsculo, numa última e desesperada tentativa, procurei mudar, apenas, minha família, aqueles mais próximos a mim, mas, ai de mim, eles não mudaram. E, agora, deitado em meu leito de morte, subitamente percebo: se eu tivesse, apenas, mudado a mim mesmo primeiro, então, pelo exemplo, eu teria mudado minha família. Com sua inspiração e estímulo, eu poderia ter melhorado meu país e, quem sabe até, ter mudado o mundo”.

Ou seja, invista sempre em si mesmo, seu autoconhecimento. Somente assim seremos capazes de promover mudanças positivas.
Há um trecho de uma música do Gabriel o Pensador que acho fantástico (bem, acho fantástico todas as músicas dele), que transcrevo:

“Muda, que quando a gente muda o mundo muda com a gente. A gente muda o mundo na mudança da mente. E quando a mente muda a gente anda pra frente.
E quando a gente manda ninguém manda na gente. Na mudança de atitude não há mal que não se mude nem doença sem cura.
Na mudança de postura a gente fica mais seguro. Na mudança do presente a gente molda o futuro”

Tudo está em nossa mente, com ela podemos tudo. Tudo o que precisamos para sermos felizes já existe, e está conosco. Não há nada que precise ser inventado ou adquirido para isso. Nós já temos todas as respostas, toda a força necessária para isso. Basta olharmos para dentro, nos analisar, entender como somos e irmos à luta.

Como disse em minha descrição, não sou um super-herói, nem perfeito, nem a melhor pessoa do mundo. Sou somente uma pessoa que busco ser melhor a cada dia, uma pessoa que quer olhar para o ontem e falar “Eu sou melhor que aquele Carlos”, e falar isso todo dia. Sou uma pessoa que busco ajudar aos outros da minha forma, que é despertando a consciência, que é tão massacrada pela sociedade, pelas autoridades, que sabem que quem é livre não necessita deles.
Faço algo muito chato, que é tentar fazer as pessoas pensarem, não com a cabeça dos outros, mas sim com suas próprias cabeças.
Para ler outros textos do Carlos, visite o Mundiota.

sexta-feira, 6 de março de 2009


E enquanto uns curtiam o carnaval correndo atrás do trio, alguns viajaram e outros aproveitaram o feriado pra ler um bom livro ou assistir um bom filme. Eu não fiz nada disso. Acabei ficando no meu quartinho curtindo minha fossa.

Como todos sabem a minha relação com o Janderson está meio estremecida e ele teve coragem de me deixar sozinha nesse feriadão. Foi pro sambódromo com uma tal de Joana, ou Beatriz, sei lá! A única coisa que eu sei é que ele estava lá, e o pior, tinha combinado de ir comigo, mas acabou me dando um 'bolo.' E alguém me disse que ele me traiu com mais de sete, fez comigo um bafafá! De estremecida o nosso relaciomento passou pra derrubado!

Na época que eu podia chamar o nosso relacionamento de namoro, o Janderson até me deu de presente um vestido estampado lindo e disse que era pra eu usar nessa ocasião. Mas ai como o talzinho não foi me buscar, nem tive mais pique pra sair!

Coloquei o meu DVD da Ana Carolina, e fiquei no meu cantinho quieta! E eu vou ouvindo essas músicas e vai dando um nó na garganta, uma vontade de chorar... Mas aquela canção tocou na hora errada. Ah... mas quando eu encontrar com ele, ele vai ver só! Eu vou soltar os cachorros em cima daquele safado! "Acabou, agora ta tudo acabado... Não quero mais te ver! Até o feriado, quarta-feira de cinzas e ta tudo acabado!"

Vê se pode?! Aprontar, aprontar e ainda eu tenho que fingir que nada aconteceu?! To caindo fora!! Não tem essa de deixar a rua me levar! Não tem mesmo! Agora, é hora da virada, vou partir pro tudo ou nada e nada de ficar aqui curtindo fossa!

É isso ai
! Agora eu vou curtir o beat da beata! Vou arrumar a casa do patrão que amanhã é dia de visita, então tem que ta tudo pronto. Eu sou uma nega marrenta e não vai ser um qualquer que vai me derrubar!!



Maria Elite, natural da Bahia, é a diarista do Amigão e ex-namorada do Janderson. Escreve todas as sextas aqui no blog do patrão. Ainda não tem um blog pois acha que não tem motivos nenhum pra ficar contando sua vida íntima pra todo mundo. Disse que este ano não vai ser igual aquele que passou. Passou o carnaval em casa, sozinha, na fossa, ouvindo, cantando e arranhando a garganta com a Ana Carolina. Todas as notícias são verdadeiras, a única falsa aqui é ela mesmo. A Ilustração da Elite, foi feita pelo Moiza, do Vida Monga.

quinta-feira, 5 de março de 2009


Enquanto tomava um cafezinho por aqui fiz as contas de quantos sobrinhos tenho. Conta rápida, só os sobrinhos legítimos mesmo pra não ficar tão grande.
Treze sobrinhos. Treze!
Dois sobrinhos netos.
Quinze.

Ser tio de 15 sobrinhos é uma coisa muito boa. O lance é que eles vão crescendo e começam a tratar a gente como se fosse um igual a eles de tanto que a gente estraga. E tem uns que tomam tanta liberdade que nem me chamam de tio mais, é "Zé" mesmo!
Eu amo meus sobrinhos como se fossem meus filhos, com a diferença de que posso estragar a vontade. A parte das broncas e noites mal dormidas deixo para os meus irmãos.
Mas eis que surge assim, no meio do nada, a Gabriele. Pois é. Chegou outro dia, acho que domingo. Chegou bem, com saúde e estranhando aquele monte de gente grande em volta.

Refazendo as contas.
Treze sobrinhos. Treze!
Três sobrinhos netos.
Dezesseis.

Gabi, bem vinda ao mundo do amigão!

quarta-feira, 4 de março de 2009


Bom dia!



Lembra que a torcida do botafogo sempre dizia: "taça Guanabara não é título, é primeiro turno"? Pois é...eles comemoraram o título domingo passado e gritaram que "vice é o Cuca".

O Cuca que atualmente é o técnico do Flamengo, ficou indignado com a torcida adversária e respondeu que vai fazer de tudo pra ser campeão só pra calar a torcida do Botafogo.

Se você é flamenguista deve ter ficado, assim como eu, com muito medo desta determinação do Cuca. Ficou não? Não existe nada mais perigoso e assustador do que o Cuca determinado a fazer algo.
Mudando um pouquinho de assunto, depois dizem que sou implicante, mas ontem o Palmeiras levou uma lavada do Colo Colo e já está praticamente fora da Libertadores. E a torcida já começou a cantar: "Chega de histórinha, o "L" só ganha o paulistinha"(a letra L, aí é do nome do cara que dirige o Palmeiras, que eu não menciono por aqui).

E hoje tem o fenômeno em campo. A TV Globo vai transmitir o jogo da Copa Brasil hoje. E quem vai estar em campo é o Túlio Maravilha, jogador de quase 4o anos de idade e 850 gols na carreira. Sem dúvida um fenômeno. Também é a estréia do Ronalducho...assim de última hora sabe, pra abafar outros tipos de assuntos.


Segredo de Beleza

Vi um meme lá no To doyda, da minha amigona Cris. "Escrever 7 segredinhos de beleza seus". Dá uma passadinha lá na Cris (aqui ) e pegue as regras do meme.

Eu ia responder o meme mas parei na questão "segredo" e logo em seguida na parte que fala da "beleza". Seguinte, explico, não é segredo pra ninguém que o segredo da minha beleza é que...eu bebo demais....bebo muito. E para manter este corpinho aqui só bebendo muito mesmo. Quanto à beleza, costumo dizer que se eu pudesse escolher, escolheria ter nascido rico e não bonito...


Ganhei mais presentinhos....
Amigão,

Tudo bem?Eu estava sem fazer nada e, visitando seu blog, decidi fazer algumas imagens para o seu blog... caso queira utilizar, sinta-se à vontade!!!
Abçs,
Lucas Oliveira




O Lucas é um amigão mesmo. E já estou usando os presentinhos que ele me mandou. Valeu Garoto!

Um Post Show de Bola

A Lorena, nos presenteou a semana passada com um post show de bola. Na verdade ela comentava sobre o "Oscar". Mas o assunto acabou mudando devido as manifestações ocorridas do lado de fora do teatro. Veja as fotos, veja a opinião da Lorena.


- "Você vai para o inferno", "Deus é seu inimigo", "Não abençoado, só amaldiçoado", "Deus odeia você". É isso que diz os cartazes que duas senhoras, já de cabelos brancos, seguram. Pela expressão delas, isso não é uma brincadeira de mal gosto; é realmente nisso que elas acreditam.- "Deus odeia as 'bichas'", diz o cartaz que o garotinho de, no máximo sete anos, segura de forma displicente. Quem será que o levou para a manifestação? Ou será que ele já sabe, desde pequenininho, quais pessoas deve odiar, em nome de "deus"? A Lorena já ganhou umas duzentas canecas destas. Aí vai mais uma Lori.



Por hoje é só, volto amanhã,


Beijão do amigão!



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

____