terça-feira, 13 de janeiro de 2009


“Estou ultimamente precisando apenas de bom papo, boas histórias, boa filosofia de vida e carinho amigo...” (Lula Vieira)

Decididamente estou ficando velho. Não tem mais como negar estas quase cinco décadas de existência. Ainda ontem, lendo a coluna do Lula Vieira, um dos meus colunistas preferidos ele se referia a Bukovisky e citou a mesma frase que citei aqui no blog outro dia, mais precisamente no meu aniversário: “Onde está você, juventude? Só agora percebo o quanto você me faz falta, sua grande filha da puta”.

Ontem, a Sheilinha me chamou no MSN, pois é, ontem eu resolvi entrar no MSN, coisa que não faço há muito tempo. A Sheilinha é minha amiga irmã, quase alma gêmea que inclusive já foi tema de alguns posts aqui no blog.
Ela é mãe da Manuela, de seis meses de idade, juntos (eu e a Sheila, não a Mauela que fique bem claro) freqüentamos e fechamos os melhores e maiores botecos do centro de São Paulo.
- Ah , amigão outro dia estava lembrando dos garçons da padoca jogando água no pé do gente, em plena madrugada.
A conclusão da conversa é que nós dois estamos com saudades e precisamos nos encontrar o mais rápido possível, mas não neste sábado agora, pois ela tem um casamento e eu tenho um compromisso. Mas vamos nos encontrar sim e combinamos que vamos rir um bocado. Rir principalmente de nós mesmos primeiramente. Lembramos também do Edu, do Gabriel,do Rafa e do Alê, eles tem que participar deste encontro também. E a Claudinha hein?

Sabe, a conversa com a Sheilinha me faz pensar num monte de coisas que perdi por esta vida.Ou um monte de besteiras que fiz pensando que seria o bom.
Na coluna do Lula de ontem ele citava: “É preciso exorcisar de nossas vidas os bem informados mensageiros da desgraça, os sommeliers do modismo, os charutos posudos. Qualquer um que leia Valor, Gazeta Mercantil, Exame, sabe falar de crises, charutos ou vinhos com a maior autoridade. Estou ultimamente precisando apenas de bom papo, boas histórias, boa filosofia de vida e carinho amigo...”

E como na coluna , digo que preciso assumir que estou velho e quando a gente fica velho a única preocupação é com uma boa ereção pra não fazer vergonha na hora H. O resto nada importa. Sabe aquele montão de livros? Não me importo mais. Outro dia mesmo, me perguntaram:

- Você leu o “Segredo”?
- Eu li a Bíblia doze vezes pra que preciso ler “O segredo”?

Tudo muda no mundo o tempo todo. O que era importante ontem, hoje já não vale nada.E parafraseando o colunista,aliás plagiando mesmo, eu assumo que já to ficando velho mesmo. Mas serei um velho menos chato do que um velho conhecedor de vinho, charuteiro e filósofo de crises e guerras.

Serei, se Deus me permitir e der forças, um velho inteligente, alegre, criativo. Talvez um pouco mal informado sobre as razões que levam o Lula a ter uma popularidade imensa ou querer escrever sobre as razões da guerra ou da crise mundial, pois nesta altura da vida nada mais importa.Afinal a vantagem de ser velho é que esta guerra e esta crise financeira “ é igual a uma porrada de outras que já existiram”.

Resumindo tudo isto "eu quero continuar escrevendo sobre coisas que realmente importam às almas não pequenas"

Por estes dias as postagens não terão tanta frequencia por aqui, é preciso diminuir um pouco por enquanto, mas continue vindo aqui todos os dias.Hoje foi só um desabafo. A vida é assim mesmo...

Ah, bom dia, mas bom dia mesmo!

11 comentários. Clique e deixe o seu!!:

Flávia e Kbça disse...

bom dia Amigão! aqui no Rio posso dizer um excelente dia, pois, são exatamente 11:00 e o termômetro digital da Av. Rio Branco marca 32º!!

então. felizévocê que pode apenas diminuir a frequência, e pobres mortais como eu. que em um momento como esse tenho que parar de escrever?

então. não sei, minha vontade de ficar velho vai depender de muitas coisas, uma delas é seu eu realizar o sonho de ter um filho, aí sim... quero ficar até beber o último gole... agora caso contrário, não sei.

Não sei jogar dama nem xadrez, muito menos buraco ou sueca, quem dirá copas fora!!

abraço.

MoizaCARTUNS disse...

Que é isso, Amigão? Velhice é um estado de espírito... e ainda dá pra ver que seu espírito é bem jovem e hiperativo. Não importam os fios de cabelo branco (aliás, nada melhor do que fios de cabelos brancos... pior seria ficar careca, heueheuahau).

Ahh... as amizades, hein? É sempre bom reviver os bons momentos com os bons amigos.

Estou há um tempão sem aparecer por aqui, né? Mas este ano tomei por resolução ser um blogueiro mais ativo o/

Gosta de tirinhas? Criei um blog só pra divulgar tirinhas minhas, ó:

http://universomutum.blogspot.com

Se quiser aparecer lá, será mto bem vindo, Amigão!

Abraços

Su disse...

Bom diiia, Amigão!!!!
BOM DIIIA MEEEEEESMO!!!

E para com esse negócio de dizer que está velho, você está apenas precisando vir em Porto Seguro para colocar as energias em ordem!! hihihihi....

Te amo um tantão, meu querido!!
Beijos e beijos pra vc

Lorena disse...

Amigão, Amigão... a idade tá na cabeça! Claro que o corpo envelhece, mas a alma só envelhece se a gente deixar. De outra forma, ela só fica mais e mais sábia. =) E eu acho que você está se tornando um sábio. E tem várias forams de sabedoria, viu, não só a acadêmica não. Tem a sabedoria do amor, da amizade, da fraternidade, da alegria, da cordialidade... você já possui todas elas, o que só prova que você não está ficando velho nada. Que velho só tem sabedoria de doença e aposentadoria, coisa pequena no sentido de mesquinha. E você, Amigão, você não é mesquinho de jeito nenhum! =)

Um beijão, querido! =*

NANA disse...

Amigão, vc é simples.
Por isso te admiro tanto.

Beijão

Ella disse...

Cheguei aqui através do blog da Mônica e que boa leitura encontrei... Vou virar freguesa, viu?

Abraços...

Cristiane A. Fetter disse...

É verdade, é verdade.
bjks

Du disse...

A vida é um desafio diário, meu Amigão, e não há como fugir... e nós nem queremos mesmo, né?

Vamos viver tudo o que vier, da forma mais intensa possível, não importa a idade. O nosso coração ainda é criança e pede colo.

Te adoro, moço!

Beijos

Lilica disse...

Eu tô chegando nos trinta e já morro de saudade das farras dos 20imagina quando chegar nos 50???
Mas saudade é uma coisa boa, desde que não fiquemos presos a ela.
Beijo grande

natália disse...

Amigão, Bom Diaaaa, florzinha do dia.
Ahh, você vai ficar o velhinho mais fofo fr toda a blogosfera, mas, como diria mamãe, 50 anos não é velho, velho é o mundo.

O que falta de colágeno, sobra de experiência e muita história boa pra contar.

Um beijo

Éverton Vidal disse...

Um Amigão vive dizendo que tá ficando velho (não é o primeiro post sobre isso né), mas que nada, a sensação que ele passa é de uma juventude de espirito muito intensa. Outro texto phodástico.

Assinar Feed dos Comentários

Postar um comentário

Deixe o Amigão feliz, comente isto!



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

____