sábado, 20 de dezembro de 2008


O meu filho tem 22 anos de idade.Não o criei desde pequeno e nem tão pouco é um filho legitimo. Quando apareceu por aqui na minha vida veio com idade suficiente para ser um filho enquanto eu tinha idade e carência suficientes para ser o pai que ele precisava.

Assim estabeleceu-se uma família. Pai e Filho que se tratam apenas como “amigão” e “amigão”. O orgulho de um pai pelo filho e os sentimentos mais puros e lindos disso tudo ficam patentes quando o filho chega em casa e não encontra o pai que está prestes a passar por uma cirurgia:
- Onde você ta?
- To na Carla.
- Ah, ta.
Bem, o filho está preocupado com o pai e por isso volta a ligar:
- Vem cá, você não tá bebendo não né?
- lógico que tô
- ...firmeza então.
E a terceira ligação vem em seguida, desta vez cheia de irritação dos dois lados:
- O que é William?
- Airton, só vou te falar uma coisa: Você sabe que tem que fazer esta porcaria de cirurgia. Você não é mais criança. Boa noite.
O sorriso do pai levando bronca do filho é qualquer coisa que enche de orgulho. Assim se estabelece uma família. Até que o filho que sempre namorou uma garota por mês finalmente está há quase um ano namorando a mesma "chata". Me parece que todas as garotas que querem namorar nossos filhos são chatas e estão decididas a arrancarem-no da gente.O perigo é eminente.. A gente percebe já no terceiro encontro:
- Que menina chata!
- Ela chata mas eu a amo.
E as coisas estavam correndo bem, até o café da manhã de hoje:
- Amigão, tenho uma coisa pra te falar.
- hummm, lá vem! Tá sem grana? Pega na minha carteira em cima da geladeira.
- Não. Eu tenho grana. Perai que vou fazer um cafezinho.
Levanto da cama embriagado pelo cheiro de café e sento na mesa. Já presentindo que algo muito grave está para ser revelado.
- Quando você vai pro Rio?
- Dia 20.
- Ah ta!
- Fala logo, porra!
- Dia 21 eu vou jantar com a Juliana e ...
- E...
- Vamos ficar noivos.
- ....
- Vamos casar em maio.
- ....
- E não quero saber desta palhaçada de entrar na igreja de "all star e jeans"
- ....
- Quer mais café?

6 comentários. Clique e deixe o seu!!:

Lorena disse...

Hahahaha! Amigão, não sei se te dou os parabéns, se te dou meus pêsames... Mas espero que seja parabéns sim, e que o fato de não poder entrar de All Star e Jeans não te impeçam de ir lá, comemorar a felicidade do William... Depois vc troca seu sapato desconfortável e roupa social pela "dupla fiel", na festa... =P

Enfim, parabéns para o William, né!! \o/

Beijos, queridão, que bom que voltou!

Camila disse...

Ai, Amigão, nem sei como devde ser ver um filho sair de casa e ir construir sua própria famíla. Deve realmente ser esse misto de sentimentos que seu silêncio fez a gente sentir. Mas, oh, ele merece terno e gravata, né?

E manda os parabéns pra ele!!!
\o/

Beijos, Amigão!

Du disse...

Puxa... acho que o dia que meu filho chegar em casa e me falar uma coisa dessas eu piro! Ó, mópai...

NANA disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Nati disse...

hahahaha
Amigão vai virar o sogrão.
Bom, bom, teremos mais uma personagem para as histórias: a nora chata do Amigão.

=D

Beijo, querido

Su disse...

Ahhh... eu acho MARA ir de jeans e all-star!!
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Beijos, Amor

Assinar Feed dos Comentários

Postar um comentário

Deixe o Amigão feliz, comente isto!



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

____