sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Meu patrão tem mania de separar revistas e páginas de jornais para ler algum dia, o que acaba formando aquela pilha enorme que ele nunca lê e não deixa jogar no lixo. Mas quando chega a meio metro de altura fica reclamando que eu não limpo a casa direito.E hoje é dia de fazer faxina completa aqui, tem visita importante amanha. E mexendo nos jornais velhos descobri uma matéria sobre os funerais em São Paulo.
Sabia que quem morre em São Paulo vira sem-tumulo?. Isso mesmo.Morrer em São Paulo tá pela hora da morte.O problema nem é para o morto. Afinal uma das vantagens de morrer é se livrar das dívidas. Já a família do defunto corta um dobrado pra fazer o funeral.

O metro quadrado de um cemitério “categoria 1” custa R$ 3.173,00. Fiquei chocada. Como é caro morrer. Pensava que era mais simples.
Agora que caí na real, morrer dá trabalho e custa caro. To até pensando em fazer uma poupança pra quando chegar minha hora.Não que eu queira ser enterrada num cemitério luxuoso tipo “Jardim da Saudade”. Desde que chorem de saudades, podem até me jogar numa vala qualquer.
Meu Deus, isto que dar ficar mexendo nos jornais do patrão. Agora to pensando no meu próprio funeral. Olha só esta notícia, a a "opção mais barata é ser enterrada numa quadra reciclável.O que pode ser chique e o preço é bem em conta, uma pechincha: R$ 59,05. E três anos depois, eles exumam e outro corpo vai para lá."

E se alguém for me visitar vai estar visitando o morto alheio. Pensando bem, nem é um problema é um favor que se faz ao ente querido poupando-o de ir ao cemitério no Dia de Finados.

Já sei vocês devem estar pensando: “Ah, Elite, tem outro assunto melhorzinho pra tratar hoje não?”Mas este é um assunto sério.A gente não entende nada da morte. Semana passada compareci a um velório, e o defunto tava lá vestidinho de terno. Um bom homem trabalhou a vida inteira. E minha amiga Mariusca ficou cochichando no ouvido:

- É uma pena que tenha morrido. Olha que terno bonito!

E era um terno novo hein?. A única coisa boa é que, quando é seu funeral, você consegue uns ajustes no mesmo dia. Ninguém diz nada. “Vai ficar pronto terça que vem.” “Ah não, tem que ser hoje, é o último dia dele. Acho que ele não vai ter outra chance de usar este terno.”
Outra prova que nós não entendemos o que é a morte é que no caixão do defunto tinha um travesseiro. Ora, se nem na hora da morte você consegue descansar, não vai ser um simples travesseirinho que vai fazer a diferença.Certo?Aliás, o que será que tem do outro lado que aquele defunto estava indo de terno e com um travesseiro?É cada uma.
Vamos jogar estes jornais velhos fora? Noticias velhas dão mais trabalho ainda. A gente fica pensando estas besteiras.

Já sabem que vem aqui na casa do patrão amanhã né? Pois é a dona Suzanna. Ela é muito amiga do patrão.É um chamego estes dois. É uma menina muito linda, até o filho do patrão tá de olho nela. Mas fica tranquila dona Su, ele já tem namorada.

Traz acarajé pra mim, dona Su? Faz tempo que eu não como acarajé.

Maria Elite, tem 59 anos, é diarista do amigão e escreve aqui neste espaço toda sexta feira, aproveitando que é dia de faxinha e preparação para o sabadão do amigão. Todas as notícias são verdadeiras, a de hoje por exemplo ela leu no Jornal Metro,do dia 16/09.A única falsa aqui é ela mesmo.

12 comentários. Clique e deixe o seu!!:

Jornalista Azarado disse...

O humano não foi feito mesmo para entender a morte.. Não vou comentar muito sobre esse assunto pois é algo que não gosto muito de falar...
Mas então tem Sú aqui!! Legal! Que visita bacana hein!!!

Bom fds pra vcs!!!

Bjão!

Leandro Neres disse...

hahaha
D. Elite, teu patrão tem manias parecidas com algumas minhas, basta olhar a pilha de jornais da semana que não deixo jogarem fora, rsrs...
Mas essa coisa dos enterros, fiquei preocupado com isso, eu gostaria de ser cremado, mas não sei se sairia tão caro, papinho fúnebre, né? rsrs
Mas então tá, amanhã passo aqui pra ver a entrevista com a Su...
Abs ao amigão tbm!
Leandro

Sahmany disse...

Credo que papo mais tétrico D. Elite,
uiiii!
Até deu medo.
Prefiro pensar na vida, essa sim é que dá trabalho. Já a morte dá "trabalho" tb, mas é para os que ficam. Aff!
Beijocas.

Agda Gabriel disse...

Quer dizer que alem das canecas tem tbm outras manias???
Haja espaço pra organizar isso!
Beijão querida.

Camila disse...

Hehehehe... D. Elite, só você mesmo pra falar dessa forma sobre a morte! Consegui até rir dela... =P

E amanhã tem entrevista com a Suzinha, né? Eita que vai ser sucesso!

Beijinhos, D. Elite!
Abraços, Amigão!

Du disse...

hummm, jornais e revistas velhas sempre deixam essa sensação de nostalgia, ainda mais lendo sobre um assunto tão misterioso para todos nós. Sim, a morte sempre será um mistério, mas também é a única certeza que temos.

Vambóra viver o mais intensamente possível enquanto é tempo, Amigão?
Vamos, Elite? Larga essa vassoura que hoje é sexta-feira e o proletariado também tem que descansar. Vai namorar o Janderson e fofocar com a Mariusca, mas por favor, nada de velórios neste final de semana, ok?

Beijão pros dois!

apenas-nana disse...

Elite, o que vc está cozinhando???

Bêjos

Suzi disse...

Tem uma opção boa, também, Elite: morrer em Brasília.

Arruma tudo aí direitinho e põe uma travessa enorme na mesa, que eu duvido muito que você não ganhe uma porção de acarajé pra comer e ainda levar pro Janderson!

Su disse...

Eita, hoje vou um corre danado. Estava tentando organizar as minhas coisas, coprando as lembrancinhas pra chegar aii amnha. Hummm, e pelo jeito estás preparando uma comidinha bem gostosa, hein??

E Elite aqui em porto seguro, morrer tbm tá pela hora da morte!!
hahahaha

Beeeeijooos, Qrida!!
Nos encontramos no risca faca, tá???!!

Amigão até amanhã!!
Te amoooooo

P.Winter disse...

Oi,amigão

Gostei demais da Dona Elite..
O post,apesar do tema,é gostoso de se ler e muito bem humorado...Não sabia que custava tão caro morrer ...Que Deus conserve nossa família..rs

abraço *vou lá no Blog da D.Elite

P.Winter disse...

Viajei!!rs

Aguardo a próxima sexta-feira!

Éverton Vidal disse...

Hahahahaha
D. Elite eu também guardo jornais e revistas velhas... os jornais já nem tanto... Mas as revistas...

E que viagem sobre a morte! bendito jornal antigo rsrsrs

Assinar Feed dos Comentários

Postar um comentário

Deixe o Amigão feliz, comente isto!



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

____