sábado, 6 de setembro de 2008


Eu no Sofá do Amigão? Sério?
Convidado: Urbano Leonel Sant' Anna - dono do blog Sensata Paranóia

Mamãe, olha só...

Eu no Sofá do Amigão!

Um colega, ao ouvir da minha satisfação pelo convite, quis ser engraçadinho:

- Quer dizer que tu vais ter que fazer o "teste do sofá", então?
- Não, criatura! É como se fosse o sofá do Programa do Jô, só que o dono do programa é o Amigão e, em vez de entrevistar a gente, ele nos deixa à vontade pra falarmos o que quisermos.
- Entendeu, cabeção!?

A vida adora pregar peças na gente...
Ao raiar deste ano de 2008, quando eu passava por um dos momentos mais difíceis da minha vida, a Gabriela Mascarenhas, o melhor ombro amigo que alguém poderia desejar, estendeu-me a mão e passamos de apenas colegas de grupo vocal a grandes amigos. E-mail vai, e-mail vem... MSN vai, MSN vem... ela perguntou:

- Urbano, nunca pensaste em escrever um livro?
- Não! Nunca pensei... - perguntei.
- Por que a pergunta?
- Acho que deverias. Tu levas muito jeito pra isto.

Muito embora eu, desde sempre, escrevesse poemas e, principalmente, músicas (letra e melodia), uma idéia assim nunca havia me passado pela cabeça. Resumindo a ópera: aceitei o desafio e, três meses e meio após ter escrito o título (para mim o jeito mais simples de começar), digitava, na página 365, a palavra mais difícil de todas para quem resolve criar uma obra literária: FIM.Pronto! Eu dava à luz "O monstro de Alcântara", meu primeiro romance.
Eis-me escritor!
Descobri que escrever é fácil e extremamente prazeroso. É muito mais uma atividade do coração do que do cérebro. É como fazer música sem a música... apenas com as palavras. Percebi também que nunca mais iria ser capaz de parar.
Escrever para mim é mais do que um prazer, é uma verdadeira necessidade fisiológica. Mas como eu poderia, terminado o livro, continuar a escrever tantas horas por dia? Criar um blog foi o próximo passo natural.

Resolvi seguir o exemplo da minha amada irmã de sangue nanquim, a Kiss, que finalmente começara a trazer os seus escritos para a rede, como há tanto tempo eu tinha sugerido pra ela.

No dia 16 de julho de 2008 nasceu o Sensata Paranóia, mas já estava condenado... Apesar da quantidade de posts que eu fazia (pelo menos três por dia), acabou por definhar por falta de visitas e precisou renascer no dia 10 de agosto, com layout totalmente renovado graças à ajuda preciosa da Du e do Juca. Só então foi que realmente comecei a receber parceiros, recadinhos e muitos comentários. Agora sim: estava me sentindo um blogueiro de verdade!
Real ou virtual?

A comunidade de colegas escritores que administram seus blogs com uma dedicação de fazer inveja (pelo menos os que eu conheci até hoje) leva muito a sério suas casas virtuais. Nenhum deles parece estar mantendo um diário na rede (weblog). Parecem muito mais estar fazendo valer o seu direito inalienável de dizer o que sentem para quem quiser saber e, se possível, para quem quiser contribuir nos mais diversos debates, prendendo mais um elo à corrente de idéias iniciada. Tal como na vida real, tudo acontece na chamada "blogosfera". Aqui vivemos e experimentamos de tudo.

Em pouco mais do que um mês e meio, já provei do ódio, já provei do amor em todos os seus sabores e inúmeras vezes tive meu coração tocado por um ou outro tema abordado com maestria por estes colegas das letras, ou por um ou outro comentário. Tenho certeza de que, assim como na vida real, ainda poderei ser muito mais odiado ou muito mais amado. Será que eu poderia chamar a esta experiência tão intensa de "virtual"??? Definitivamente, estou seguro que não.

Blogchaça
Hoje eu me sinto dependente total desta incrível atividade. É uma verdadeira cachaça, ou melhor: "blogchaça". (ou seria "blogocaína"? ou "blogueroína?") Já houve dias - e não foram tão poucos assim - de eu passar 24 horas envolvido com o meu blog. Será que é motivo de vergonha? Como diz um colega a quem eu ainda pretendo conhecer: "Eu podia tá matando... eu podia tá roubando... mas estou aqui blogando." (rsrs)

Família
A nossa querida e sempre surpreendente Lorena diz que é como se nós estivéssemos criando uma "igrejinha" na blogosfera, cheia de "irmãozinhos" que têm as suas próprias idéias com relação a Deus e às religiões, mas que, acima de tudo, respeitam a maneira de pensar do outro. Mais do que uma igrejinha, acho que se trata de uma família. Pra começar, tem aquele irmãozão que cuida da gente quando faltam os pais e nos aponta nossos erros e elogia nossos acertos, lutando sempre pra manter a família unida. Ele se chama, da mesma maneira que o meu amado irmão de sangue, Airton, mas todos nós o chamamos de Amigão.
Tem a irmãzinha que é tão doce, mas tão doce, que não há uma só pessoa na família e nem na vizinhança que não a adore, a Du. Tem o outro irmão sempre pronto a nos ensinar e a ajudar a consertar as nossas coisas, o Juca. Tem o maninho que adora pegar uma onda e assistir, e principalmente escrever, novelas, o Nando (cadê tu, Nandinho???). Tem a irmãzinha que adora samba e sempre guarda um abraço pra gente, a Nana. Tem a irmãzinha que todo santo dia pega o seu barquinho e chega na casa da gente cantando um "Bom dia!", a . Tem a irmã corretíssima e super amiga, que a gente adora, mas chegou a pensar que não ia mais ver, a Agda.

Tem também a superestudiosa, mas que marca a gente desde o primeiro contato pela simpatia (nem consigo mais chamar ela pelo nome certo, rsrs), a Ju "Simpatia" Pietra. Tem aquele irmãozinho, inteligentíssimo, que vive nos deixando de queixo caído, o Vidal.

Tem a outra irmã desbocada e rabugenta, mas que todos amam, pois tem um coração enorme, faz sempre a gente rir das suas histórias e odeia injustiças, a Juliana. Tem as duas irmãs que nos ensinam tudo sobre a doutrina espiríta, a querida Adriana e a sumida Carol (onde tu andas?).

Tem aquela irmãzinha de mente inquieta que eu já falei, a nossa Amélie, a Lorena. Tem também os amigos dos nossos irmãos, que a gente vê só de vez em quando: a Luca, o Marco Antonio, a DrummerChick, o Lipe, a Kátia, a Fran, o Moiza, o Preco, o Cidão, o Kallango e o Arú, criador do sistema de parcerias com outros blogs mais semipiripitifláutico que eu já vi (rsrs).

Para o fim, propositadamente, deixei a cereja do bolo, a vovó mais sapeca (rsrs), querida e enxuta que eu já tive a oportunidade de conhecer, virtualmente ou na vida real, a minha amigona .

Frases
Nestes quase 50 dias de vida do meu bloguinho, aprendi muita coisa e sedimentei umas tantas outras. Vou tentar resumi-las em frases curtas (se possível):
- A primeira impressão não é a que fica."
- Sempre é possível se surpreender e aprender uma coisa nova."
- Comentário não é post. (esta é uma das mais difíceis)
- "Se você construir, eles virão."
- Blogagem não é brincadeira.
- Para quem tem blog, o dia é muito mais curto do que parece.
- A verdade, pode até demorar, mas é sempre compensadora.
- Se tu tiveres algo a dizer, diz! Pode ter alguém querendo escutar.
- Se não tiveres nada de bom para dizer, fecha a maldita matraca!
- Se, como dizem, o corpo fala, a palavra é muito mais poderosa, pois age e tem a faculdade de transformar.
- Na blogosfera só grita sozinho quem quer.
- Se o carinho é real, a amizade não é virtual.


Epitáfio
Alguns dias atrás, o Nando (cadê tu???) perguntava na sua meme -entrevista:"O que gostaria que fosse escrito em sua lápide?". Eu respondi:
- Na verdade, também queria ser cremado e ter as minhas cinzas lançadas ao mar...mas, pra variar, a Moça já disse também.
Vá lá..."Aqui jaz um homem que perseguiu a verdade até o último dia de sua existência e jamais tolerou tipo algum de injustiça!"
Gostaria de mudar, pois não me sinto seguro o suficiente para afirmar que eu mesmo não tenha sido, voluntária ou involuntariamente, o agente de uma ou mais injustiças.
Prefiro:"Aqui jaz um espírito livre que só foi capaz de escrever verdades... as suas verdades."

Muito obrigado, meu irmão Amigão pela oportunidade única de estar aqui neste Sofá! Toma lá um quebra-costela!
Urbano

Uma Sensata Paranóia - Clique AQUI para conhecer
- Amigão!
- Segue a caricatura do Sofá de amanhã, com o Urbano. Acho que vai gostar. Estou explorando algumas ferramentas do Photoshop pra ficar mais bonitinho, hehehe
Depois, vc me diz o que achou, belê? Abraços Moiza Cartum com bobagem

52 comentários. Clique e deixe o seu!!:

Amigao disse...

Amigão, é um prazer muito grande recebê-lo por aqui hoje.
Já sabemos que tu fala pra caramba mas fique a vontade. O sofá é seu.
toma lá outro quebra costelas.

Agda Gabriel disse...

Então, a gente tá aqui no msn à 1.15 da matina e nada tão bom como poder ler o sofá de hoje em primeira mão junto com o autor.
Você já sabe o quanto o admiro como escritor e eu acho que sou a única a fazer um Weblog. Foi bom conquistar a sua amizade Urbano, pois sinto a sinceridade e carinjo com que nos trata. Voce foi humilde quando precisou ser.
Seu livro ainda não li, mas faço questão de ler quando publicar....
O que mais dizer? Obrigada pela menção que fez a mim como amiga corretissima...isso muito me orgulha. Espero nunca decepciona-lo. Beijos pra você pelo texto lindo, autentico e divertido (somos todos viciados em blog). Beijos Amigão pela escolha maravilhosa do sofá de hoje.

Agda Gabriel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
NANA disse...

Eu podia tá dormino, eu podia tá sonhano, mas tô aqui lendo o post do Urbano! =D

"- Para quem tem blog, o dia é muito mais curto do que parece."
Pior que é...

Urbano vc foi uma grata surpresa para todos nós.
Toma lá um QC! =)
Beijo


PS: Amigão/Moiza: Bem que eu notei o Amigão diferente dessa vez...

NANA disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Urbano Leonel Sant' Anna disse...

Pois é, Amigão!

Vou tentar colocar em prática desde já a máxima "Comentário não é post"... (rsrsrs)

Muito obrigado outra vez!

Urbano Leonel Sant' Anna disse...

Que bom, Agda!

Nada como contar com uma companhia tão amiga como a tua nas boas e nas más horas. Usando as tuas palavras: somos "gemeos siameses de blog".

A admiração é recíproca, podes ter certeza e o carinho também. Nada do que eu escrevo pode estar distante da minha verdade. Tudo o que foi dito veio direto do meu coração.

Obrigado pela presença, querida!

Juca disse...

Estou passando rapidinho só para marcar presença. Amanhã volto com mais calma e direi toda a verdade sobre este cara.

Quem viver verá!

kkkkkkkkkkkkk

\o/

Urbano Leonel Sant' Anna disse...

Naninha, minha maninha querida!

Não há verborragia que consiga exprimir o bem que me fez e faz ter sido acolhido por pessoas tão gentis como tu.

Bem...
Agora que já leste, podes dormir e sonhar...

Vai nanar, Nana! (rsrsrs)

Toma lá também um quebra-costela e um beijão!

Urbano Leonel Sant' Anna disse...

Juca, meu irmão!

Toooda a verdade!?
Bahhh!!! Que será que ele quis dizer com isto?

Eliteeeeee!
Por via das dúvidas, pede pros seguranças barrarem o sr. Juca quando ele tentar voltar. Sei lá o que ele vai querer dizer... (kkkkkk)

Quebra-costela pra ti também, meu querido! Volta quando quiseres.

Urbano Leonel Sant' Anna disse...

Puxa!

Quase que esqueço...

Ô, Moiza!
Obrigado pela atenção especial!
Pra uma caricatura, até que não fiquei tão feio como estava esperando... (rsrs) Percebe-se até uma certa delicadeza nos traços.

Abração!

PS: Tu estás já há algum tempo na lista de blogs que pretendo visitar com mais cuidado. Só o que está faltando mesmo é oportunidade.

Juliana Freitas disse...

Urbano,

A Lu (Nana) disse e eu vou repetir: Fostes uma grata surpresa! Papo fácil, inteligente, divertido... Quem diria??? Hahahahha Como diria a "amiga" da Du: "Abafa o caso!!!! Abaaaaaaaaaaaaaaaaaaaafa!" Seja bem vindo à blogosfera e à nossa fa,ília, que é 'muito unida, e também muito ouriçada, que briga por qualquer razão, mas acaba pedindo perdão', assim como qualquer outra grande família existente por aí! =D

Ops??? Rabugenta??? Eeeeeeeu??? Que isso... hauhauhauahuahuaha

Urbano Leonel Sant' Anna disse...

Oooi, Ju!!!

Tu foste a irmã que eu demorei mais tempo pra encontrar.
Talvez por isto o nosso abraço tenha sido tão especial pra mim...
Como não amar uma mana que criou um blog dedicado às coisas do Brasil?
Como não querer bem uma mulher que é apaixonada por Chico, Cartola e Noel?

(Segundo as palavras dela mesma, ela tem "até o último espirro que o Chico deu"... hehehehe)

Beijão, Jujuba querida!
Obrigado pela acolhida!

PS1: Rabugenta, sim senhora! A rabugenta mais divertida e querida que eu já conheci! Ôôops! Lá se vai a tua reputação outra vez... (rsrs)

PS2: Ah... Larga mão de querer comer o meu cérebro, hein! (kkkkkk)

disse...

Puxa vida até chorei!
Ser a cereja desse Bolo tão maravilhoso chamado família. Para mim é um orgulho só, no bom sentido claro.
Meu querido Urbano, você não imagina a felicidade que é poder ter um amigo tão maravilhoso como você, poder ler seus textos e depois refletir cada palavrinha.
Peço sempre a Deus em minhas orações que ele te abençoe muito, assim como peço para todos que fazem parte dessa família maravilhosa.
Agradeço suas doces palavras.
Pode dizer que te amo muito?
Bom se pode então...te amooooo muitooo.E quero te-lo em meu coração bem guardinho para nunca te esquecer, juntinho com todos que você sitou.
Grandes beijos!
Vovó sapeca(ah!menino lindo, brigada viu!!!!)

Urbano Leonel Sant' Anna disse...

Oi, minha querida!!!

Chorou?
Agora estamos quites... (rsrs)
Quem mais poderia ser a cereja?
Só mesmo a vovó com coração de ouro e que sempre tem lugar pra receber mais um.
Claro que pode dizer que me ama...
Eu é que nunca quero sair de dentro do teu coração amoroso.

Eu também te amo, doce amiga!

Beijão, vovó Sapeca! (rsrs)

Glayce Santos disse...

UUUUUiii, gentem, que lindo texto!!!! Nossa, não mecanso de ler todos os textos que o amigão deixa ser colocado aqui! Muito bom o texto, muito boa a idéia do criador deste blog. SHOW, SHOW!

Estarei sempre aqui, pode crer!

Beijos aos dois... (criador e criatura) rs

MoizaCARTUNS disse...

Curto pacas essas declarações de amor aos blogs o/ Ainda não fiz as minhas (e adoro o meu blog e os blogs dos amigos), mas ainda vai rolar um :)

Blogchaça... é uma definição perfeita do vício que os blogs causam na gente :)

Abraços, cara! Vou visitar seu blog agora mesmo :) Valeu pelos elogios à caricatura o/

Urbano Leonel Sant' Anna disse...

Oi, Glayce!

Bem-vinda ao Sofá do Amigão!
Ele me deixou tomando conta hoje.
Senta aí...
Que tal um cafezinho? Quem sabe uma cervejinha? Um suco?
Eliteeeee! (rsrs)

Beijão!

Urbano Leonel Sant' Anna disse...

É isso aí, carinha...

Hoje em dia ando com 4 corações!
Não sei o que é mais apaixonante... cantar, compor, escrever ou blogar.
Só sei que a blogchaça é de longe a que devora mais o meu tempo.

Só quem já tentou desenhar a figura humana com todas as suas minúcias sabe como é uma tarefa difícil...
Estás de parabéns!

Um grande abraço e vamos tentar levar adiante esta parceria, hein!

lavanderiavirtual disse...

Bom, vim dizer umas verdades sobre este cara:

- o primeiro contato ocorreu por intermédio dela, a Du (sempre ela - rsrs), e parecia que já nos conhecíamos há tempos;

- a primeira impressão que passou foi de um cara extremamente sensível, humano, de mente aberta e livre;

- solidário, prestativo, bem-humorado, são mais algumas qualidades, mas teve uma que se destacou: a humildade e a coragem de pedir perdão quando necessário;

- por fim, posso considerá-lo um verdadeiro amigo/irmão.

A 'Panelinha' (que sempre cabe e caberá mais um/uma) aumentou com sua chegada. Agora nos falamos quase que diariamente pelo skype, além da Du, Nana, Juliana.

Nem temos mais tempo para escrever no blog, só ficamos de papo no skype ou msn. rsrs Mas vale a pena, são momentos deliciosos!

Abração, Urba!
Juca

PS: Abração, Amigão! Bom final de sábado e ótimo domingo. Como vai a preparação pra cirurgia?

Gata Borralheira disse...

Poxa, o Amigão sabe mesmo quem convidar pra esse sofá!

Adorei você dizer que isso aqui é um "blogchaça" e que "para quem tem blog, o dia é muito mais curto do que parece"... É exatamente assim! Eu comecei meu blog há pouco tempo e já sinto isso.

E é incível mesmo como a gente se envolve, como o mundo aqui é virtual, mas os sentimentos são todos reais. Quando comecei a escrever aqui, nunca imaginei que o blog fosse virar uma parte tão grande da minha vida. Mas devo isso tudo às pessoas que me reberam, que me apoiaram e me incentivaram, mesmo sem saber.

Parabéns, Urbano, pelo texto!
Parabéns, Amigão, pela escolha do convidado!

Abraços...

Camila

crazyseawolf disse...

Poxa, Urbano, obrigado pela lembrança. Sou um cara muito arredio e demoro muito para iniciar uma nova amizade. Tímido, insociável, paranóico? Sei lá.

Desejo-te boa sorte e que seu trabalho lhe renda vários frutos.

Um abração!!!

Lorena disse...

Puxa vida até chorei! [2]

Não só por todas as menções carinhosas a mim, mas por você ter sintetizado o sentimento que eu também tenho em relação a esse novo mundo da blogosfera, novo pra mim também, e tão surpreendente... Urbano, que texto maravilhoso! Foi um prazer lê-lo, do início ao fim. Que bom que eu encontrei vc, ou melhor, vc me encontrou por aí, porque é uma felicidade ler o que vc escreve! Seu livro já está nas lojas??
Ah, adorei as frases, vontade de copiar todas elas, posso?? =)
beijos!!!

PS: a menção à "igrejinha" não é orignialmente minha, eu roubei a idéia de uma amiga de comunidade. Só pra dar os créditos à Carol, pq ela merece. =)

NANDO DAMÁZIO disse...

Nessa família também tem um ovelha desgarrada, mas eu não poderia deixar de passar por aqui hoje, acabo sentido falta de tudo isso.

Uma das coisas mais legais que já li é justamente esta sua frase: "Escrever é muito mais uma atividade do coração do que do cérebro".

Por isso suas leituras são tão prazerosas e espero que o livro saia logo pra eu continuar a leitura d'O Monstro de Alcântara.

Fui nessa, abraço pra quem fica.

Francine Esqueda disse...

Olá!? Como está o fim de semana com o Urbano!?? Adorei o que li...
Ele foi tão simpático quando sentei aqui! Realmente ele é uma pessoa 10! Bom demais compartilhar idéias e aprender um pouco mais com essas sentadas no sofá!
Amo os sabados...rs
Beijos

Urbano Leonel Sant' Anna disse...

Puxa, Juca!

Eu numa panelinha?
Nunca fui muito dado a estas coisas...
Mas tenho o máximo prazer de participar desta!

Obrigado, irmãozinho!

Urbano Leonel Sant' Anna disse...

Muito obrigado, Camila!

É um prazer te receber aqui!
Pois é...
Se a gente se descuida, o blog toma conta totalmente da gente. Daria pra dividir a minha vida em duas partes, sendo o divisor de águas o dia em que comecei a escrever no blog.

Beijão!

Urbano Leonel Sant' Anna disse...

Ô, Cidão...

Como é que eu não ia lembrar de ti?
Ôôopa!!!
Paranóico!?
Cara, tem um certo blogueiro que tu precisas muito conhecer... ele mora lá no "Sensata Paranóia". (kkkkkkkkk)

Abração, velho lobo do mar!

Urbano Leonel Sant' Anna disse...

Oi, querida Amélie!

Que bom que nós nos encontramos!
Também adoro a maneira com que tu expões o teu modo de ver o mundo!
Infelizmente, acho que "O monstro de Alcântara" ainda deverá demorar para chegar às prateleiras...

Quanto às frases...
Tudo o que escrevo é para ser compartilhado. Sempre fico feliz quando isto acontece. Só o que peço é que se dê a César o que é de César e a Urbano o que é de Urbano. (rsrs)

Meus parabéns à Carol, então, e a ti por ter divulgado.

Beijão!

Urbano Leonel Sant' Anna disse...

Oi, Nandinho!!!!

Que legal tu teres vindo!
Olha, meu irmãozinho, uma das coisas que mais me chateia na internet são aquelas pessoas que, conversando comigo pelo MSN, escrevem e apagam, escrevem e apagam, escrevem e apagam... Isto me dá a impressão que elas não estão usando o coração. Quem papeia comigo pelo MSN sabe que eu raramente apago. Palavras foram feitas para serem ditas, não foram?

Toma lá um quebra-costela!
Estamos com muita saudade!

Urbano Leonel Sant' Anna disse...

Oi, Francine!

Que bom que vieste também!
Como percebeste, o Amigão me deixou tomando conta da casa. Estou tentando não fazer muita bagunça... (rsrs)
Obrigado pelas palavras carinhosas!

Beijão!

Éverton Vidal disse...

Fala Sério que Sofá legal! POxa urbano nao sabia que teu blogue era novo em folha rs. Sempre pensei que vcê estava por aí há um bom tempo, nao sei porque tive essa impressao.

E que legal saber que você já tem um livro! Há dois anos tento terminar um e nao consigo rs. Perdi o primeiro e o segundo na faculdade. E nestes dias quase perdi o terceiro que estou escrevendo. Além dos tantos projetos que deixei de lado. Me acho muito "verde" ainda.

Parabéns mano. Parabéns pela gentileza, simpatia.

Abraçao.
Inté!

DrummerChick disse...

Puxa vida até chorei! [3]

Poxa, Urbano, você escreve tão macio! (?!) E, como já diz a velha e atual Bíblia, "a boca fala do que o coração está cheio". No caso, "os dedos teclam..."! ^^

Um abraço, cara! Mandou muito bem!

PS: caraca, e ainda me conhece?!

Urbano Leonel Sant' Anna disse...

Oba, maninho!

Obrigado pela presença e pelas palavras!

A parte mais difícil não é escrever o livro...
O complicado mesmo é fazê-lo chegar às prateleiras.
Quanto aos projetos...
Nunca desista deles! O máximo que a gente se pode permitir é deixá-los amadurecer. Na hora certa a gente os faz virar realidade.

Toma lá um quebra-costela!

Urbano Leonel Sant' Anna disse...

Oi, garota do tambor! (rsrs)

Eu é que digo...
Poxa, Drummer!
Quanto carinho nas tuas palavras!

Claro que te conheço!
Parceirona do Coisas Nossas...
Netinha da vóinha Rô...
Temos nos visto por aí em outros blogs parceiros.

Chorou também!?
O Nando que me perdoe a concorrência, mas já estou começando a pensar em escrever uma novela mexicana...
As lágrimas já estão garantidas. (rsrsrs)

Beijão!

Du disse...

Oi Urbano!
Desculpe a demora em aparecer por aqui, é que estive fora do mundo virtual blogosférico, um recesso necessário. Mas você deve compreender que existem situações em que é preciso parar e simplesmente se deixar levar, como as águas de um rio quando mudam o seu curso, se renovam. Foi o que eu fiz neste final de semana, só uma pausa para a renovação do espírito.

Agora posso dizer, assim como a Ju e a Nana, que você foi uma grata surpresa pra mim. Mesmo sendo um amigo de longa data, posso dizer que o que captei da tua essência há 15 anos atrás, continua intacto. Mas hoje te conheço muito melhor, hoje eu sei que você é um homem maravilhoso mas que não é perfeito como eu achava que era. Hoje você é muito mais humano e muito mais real e me sinto privilegiada por ter te reencontrado, mesmo que por caminhos tão tortuosos. Deus às vezes é engraçado...

Aprendemos muito um com o outro e sei que temos muito mais a aprender, por isso espero que a gente nunca mais se afaste! Quero ler o teu livro e continuar todos os dias a ir no teu blog, pois tudo o que você escreve é como um bálsamo para a minha alma.

Por tudo isto e mais um pouco, eu te amo.

Beijo da Du!

Olhos Virtuais disse...

Falaí amigão, que bacana viu... eu gosto de ver as histórias das pessoas no sofá do amigão.... quem sabe um dia eu esteja aqui também... esse é o programa do Jô da internet.

Abraço

Urbano Leonel Sant' Anna disse...

Tudo bem, Moça!

Espero que estejas de espírito novinho em folha e de alma lavada, passada e engomada! (rsrs)

Que palavras lindas! Nem sei de mereço...
Mas que me fazem muito bem, lá isto fazem e não vou nem ousar deixar de aceitá-las. Não vejo por que haveríamos de nos afastar a esta altura...

Também te amo, querida!

Beijão do Urbano

Urbano Leonel Sant' Anna disse...

Oba!!!

O Sofá continua recebendo mais visitas! Enquanto o Amigão não me expulsar, vou fazendo as vezes de anfitrião... (rsrsrs)

Bem-vindo, Olhos Virtuais!
Pois é!
Quem é que não está a fim de sentar neste Sofá, né!?
Quem sabe ele te chama um dia...

Abração, colega!

Urbano

DrummerChick disse...

Huahuahua! "Perceirona no Coisas Nossas" é MUUUUUUUITA bondade sua! Eu vou é criar vergonha na cara e pedir demissão pra chefa, porque eu agora mal tenho tempo pra atualizar o Baqueta! XD

Arú" disse...

" semipiripitifláutico "

hauhauhauhaua... mereço???

abraçoss!!!

Su disse...

Caracaaa, tô vend que cheguei mais que atrasada!!! E lá se vão os 41 comentários, ou melhor, 42 com o meu atraso.

Primeiro, peço desculpas por não ter aparecido aqui no sábado, mas é que estava super atarefada esse FDS, depois vc vai entender qndo ler meu post...

Segundo, qro agradecer pela lembraça aqui no post do sofá!! É sempre um prazer visitar amigos como vc (urbano), AMigão, Dú, Lorena e toooooodo muundo da blogosfera....

Ah... e claro, né?!!! A casa do Urbano tá linda!!

Beijooos meninos, e desculpa o atraso!!!

e realmente na "blogosfera só grita sozinho quem quer."

ficou lindo demais esse sofá!!!

Amo vc Amigão!!!!

Katia disse...

Urbano Cheguei MUITO tarde, é que quando vi meu nome no meio, tinha que ler!!! valeu por ter me citado amigo de amigo!! ^^
A blogosfera me encanta, mas naum sou muito de escrever naum, assumu que tenho uma dificudade nessa area!!
pow e muito legal ter esse amor a escrita,adimiro muito pessoas como vc, e todos os blogueiros que conseguem escrever de formas ta unicas e singulares, cada um com seu estilo, da para aprender muito com cada um.
Bjao pra ti

Katia disse...

a Familia que se constroi aqui pode ser muito grande msm!!! e cara isso vicia totalmente!

Urbano Leonel Sant' Anna disse...

Ô, Drummer...

Não pede demissão...
Pede só uma licença pra tratar de interesses e volta depois.

Beijão!

Urbano Leonel Sant' Anna disse...

Pois é, Arú...

Quando eu era guri ainda, meu pai gostava de usar o termo "semipiripitifláutico", sempre em tom de brincadeira, para tudo o que ele considerasse muito confuso ou muito complicado.

Então...
Acho que mereces, Arú...
(kkkkkkkkkk)

Urbano Leonel Sant' Anna disse...

Obrigado, Capitã!

Não há nada a desculpar...
Tenho certeza de que, se tivesses podido, terias estado aqui bem cedinho.

Se lembrei de ti, é porque ocupas um lugar especial no meu coração.

Beijão, Sú queridona!

Urbano

Urbano Leonel Sant' Anna disse...

Não, Katia!

MUITO tarde seria se não tivesses aparecido...
Como disse ao Olhos Virtuais...
Enquanto o Amigão não me expulsar, vou fazendo as vezes de anfitrião... e a festa continua. Vai uma cervejinha?
Eliteeee!(rsrsrs)

Muito obrigado pelas palavras carinhosas!

Beijão!

Nati disse...

Eita que sofá maravilhoso de se ler. Fiquei até com saudade de quando foi a minha vez. Deu vontade de re-visitar o sifazão vermelho.
Se mais tempo eu tivesse visitaria o Urbano também. O cara escreve bem pra caramba e consegue falar realmente com quem tá lendo, mesmo quem o está lendo pela primeira vez, como eu.

E você, como sempre, trazendo top celebrities, hein Amigão?
Você arraaasa, baby!

Beijos

Amigao disse...

Amigão,
O record de comentários do sofá é do Juca, com 60 coments...rsrs
Pra vc bater o record dele ainda faltam dez comentários. Mas isto é apenas uma brincadeirinha. E eu fico muito contente pela atenção que você tá tendo com os eleitores.
fica a vontade!

Abração

Urbano Leonel Sant' Anna disse...

Muito obrigado, Nati!

Infelizmente tenho que liberar o Sofá correndo, pois a Drummerchick já está aí...

Beijão!

Urbano

PS: Foi mal aí, Amigão!

lavanderiavirtual disse...

Só para arredondar este Sofá porque não gosto de 51. Não acho uma boa idéia! rsrs

Abração, Urba e Amigão!
\o/ \o/

Assinar Feed dos Comentários

Postar um comentário

Deixe o Amigão feliz, comente isto!



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

____