quinta-feira, 27 de março de 2008

Dias a Mais


Jota Quest é uma banda mineira de pop rock, formada na cidade de Belo Horizonte em 1995. O baixista PJ e o baterista Paulinho Fonseca resolveram formar uma banda, devido a suas afinidades por black music. Eles se uniram ao guitarrista Marco Túlio Lara e o tecladista Márcio Buzelin. Só faltava um vocalista - e, após dezoito testados, fora escolhido Rogério Flausino.
Após shows bem-sucedidos em Belo Horizonte, foram contratados pela Sony Music, e gravaram o álbum J. Quest. As músicas "As Dores do Mundo", "Encontrar Alguém" e "Onibusfobia" foram bem tocadas. A banda na época era marcada por um visual espalhafatoso.....
O Jota Quest não é minha banda preferida nem de longe. Nada contra nem a favor, muito pelo contrário.Mas...tem que ter um "mas" ou não seria meu personagem de hoje. A banda compôs e gravou:

"Vivemos esperando
Dias melhores
Dias de paz, dias a mais
Dias que não deixaremos para trás "
Rogério Flausino, não só cantou que esperava dias melhores, ele foi lá e fez.O Jota Quest é a banda mais sócio-ambientalmente engajada do Brasil.
Só para citar algumas ações, os meninos desde o segundo CD “De volta ao Planeta” já faziam na música de trabalho uma critica social ao desemprego.
A canção "Oxigenio" teve os direitos autorais doados ao Greenpeace.
Rogério lembra que quando o Jota Quest começou a aparecer, a ganhar mídia, a ter espaço, a banda começou a ser procurada para apoiar algumas instituições. “Abraçamos de imediato as causas”. Logo depois que a banda conseguiu uma projeção maior foi convidada para o quadro Repórter por um dia, do Fantástico e sugeriu que a pauta fosse uma denúncia em parceria com o Greenpeace sobre a extração de Mogno da Amazônia:
"- Subimos o Rio Negro 1h30 de barco onde encontramos um verdadeiro oásis de madeira no rio. Três mil toras de madeira abandonadas. A gente pirou. Quando você vê isto você fala caralho, que loucura isso,quem fez isso aqui? Um cara desses não pode continuar vivendo entre nós dessa maneira. Então você vai acumulando, e por essas coisas nossa responsabilidade fica cada vez maior."
Em parceria com o Greenpeace o Jota Quest ainda fez a campanha dos transgênicos e desse envolvimento surgiu interesse cada vez maior em saber sobre questões sociais e ecológicas vivenciadas pelo país.
“ - Tem muita gente que acha que é papo furado.Não bicho, não sei. Não sou eu que me acorrento na proa de um barquinho para parar um transatlântico que ta entrando na Europa com madeira do Brasil.Isso aí é o trabalho mesmo dos caras do Greenpeace. A gente só conta as histórias, alerta a galera.Como cidadão é minha função”.
Rogério diz que por ter adotado esta postura social tem sido alvo de muitas críticas.Mas não liga:
" - O artista é um cidadão amplificado porque ele tem o espaço. Então é o seguinte: Fazer mídia em cima de ecologia, já não é mais mídia ou como dizem puro marketing, é lutar pela própria sobrevivência”. Analisa e completa que como acha importante falar sobre questões sócio-ambientais isso acaba se refletindo também nas músicas do Jota Quest.:
“ - A música Oxigênio foi feita com esta intenção. Eu queria fazer uma música ecológica. Eu sou um cara otimista, eu não poderia fazer uma música dizendo que tudo acabou, que já fodeu tudo, vamos sofrer.Não.Apesar da música aparecer meio cinza, ainda é possível salvar o planeta".

" - O importante é a gente não se alienar, não achar que é balela. Isso aqui é o nosso futuro, e se alguém não se questionar pelo menos, está sendo burro!"

Foto da Tatiana

Quando comecei a escrever este post ou antes de ler a entrevista dos caras na Revista, O Jota não era minha banda favorita e não me ligava muito no som deles. Quer saber? Que importancia tem isto? O que eles estão fazendo é muito mais importante do que o que eu penso.
Durante um incêndio na floresta, enquanto outros pássaros fugiam tentando se salvar, um deles trazia em seu bico uma única gota de água de cada vez para apagar as chamas. Outros pássaros questionaram sua atitude dizendo que dessa forma ele não conseguiria apagar o incêndio.
O pássaro respondeu, então, que não sabia se conseguiria, mas que tinha que fazer a sua parte.

Se você "acredita na parada" vamos cantar junto com os caras.


A Inspiração para o post de hoje veio de uma entrevista deles na Revista "Reação Natural" - Ano 1 - edição N.1

14 comentários. Clique e deixe o seu!!:

Fala, Garoto! disse...

Quem sabe, através de ídoloso nacionais, as pessoas não se conscientizem acerca de sua contribuição para com a preservação do meio ambiente.
A sociedade precisa de exemplos desse porte para que a teoria seja posta em prática, antes que seja tarde. Abs

HenriqueM disse...

Acho que sua avó não lhe contou a estória direito.
Não era apenas um passarinho. Era um beija-flor.
Hahaha, pelo menos essa é a versão da minha.


Ah, e acredita que eu não consigo gostar de JQuest?

Sobre preservação de meio ambiente, eu faço a minha parte.
Não jogo lixo no chão. E Economizo água, não tomando banho. Haha, tô brincando.
;)


Abraços.

NANDO DAMÁZIO disse...

Tô com os caras, acredito sim que nem tudo tá perdido, ainda há tempo de salvar o planeta e tentar restituir o que já foi destruído ..

Preservação em primeiro lugar, depois conscientização em massa e ações como essa fazem toda a diferença ..

Essa do passarinho é bem véinha, mas acho um grande exemplo que deve se aplicar a todos nós ..

[]'s !!

NANDO DAMÁZIO disse...

Droga, cheguei cedo pra tentar ser o primeiro aqui hoje, mas não deu .. Ô povim que acorda cedo, hein !! huahaua ..

Éverton Vidal disse...

(Como é que o amigao pode nao gostar de Legiao kkkk).

Cara eu também nao gosto muito de Jota Quest, acho a voz do brother muito comercial-de-fanta-laranja mas confesso que me senti irmao dos caras depois deste post. Quem sabe eu até ouça o Jota Quest de uma maneira diferente depois dessa.

Essa foto aí me horroriza tanto quanto aos caras da banda. Uma vez atravessei o rio numa lancha bem pequena com a familia de uma garota, ficamos pasmos com a quantidade de madeira que havia no rio (prontas para serem levadas).

A Floresta tá sendo destruída meu irmao. É um fato! E que bom que tem gente (famosa, com alguma voz) que se preocupa com isso.

Gosto do trabalho da Marina (ministra), mas é apenas um começo, o lance de amar e proteger a Floresta tem q ser tao vivo na mente do brasileiro quanto o carnaval, a feijoada, a caipirnha e o futebol.

Abraçao Amigao. Obrigado pelo elogio (pow top de linha é pra alegrar qualquer quinta feira aheuhau... pq vc nao cria um selo com esse nome? É criativo, daí me passa heheh).

Inté!

Amigao disse...

Garoto: È isso mesmo, por isso que o Rogério, fala que os artistas devem ser cidadões amplificados.

HenriqueM: Putz, eu sei que o pássaro era um beija flor.Mas eu queria muito colocar a foto desse pássaro no texto.Dai eu pensei, se eu coloco esta foto e conto a história do beija flor, vão falar que aquilo não é um beija flor.Então troquei beija flor por pássaro.

Everton: Este amigão é o cara.Ontem estava conversando com meu Diretor de Criação e pedi sugestões de titulos pro meu próximo selo.hehehehehehe.

patymaionese disse...

Um dos shows mais legais que eu já foi exatamente do Jota Quest.

E a tattoo é "AJ":
A de papai
J de mamãe

O que há de mais eterno pra mim.

Gustavo Barud disse...

Hahaha muito show cara! Realmente, não gosto de muitas bandas brasileiras, mas elas têm ou tentam ter uma boa importancia pra salvar o meio ambiente... acho isso muito bom...
Bom, te achei pelo Notícias, e deixo o convite para uma visita ao meu blog:
www.poesiasdolennon.blogspot.com
Carpe diem e abraços!

Juliana Gulka disse...

Caraca, nem eu sabia disso. Confesso que gosto mesmo da letra e melodia de alguma músicas, mas nunca me interessei em saber mais do grupo. Vamos dar valor a quem sabe dar valor. Tem muita gente que fica por aí só comprando roupinhas né?
Bom saber disso, vamos incentivar a melhorar cada vez mais a banda, divulgando as boas ações tentando fazer com outras imitem ou copiem, qualquer palavra assim, mas que seja atitude!!

NANA disse...

Eu gosto dos caras, sempre gostei.
Agora ainda mais, pq eu não conhecia esse lado engajado deles.

Bjs.!

rick galdino disse...

Eu não gosto do som deles... e nem da voz do Rogerio!!!



Mto bacana o fato da banda apoiar e fazer campanhas a favor do meio ambiente...Essa do Oxigênio eu não sabia!!

barb michelen disse...

Hello I just entered before I have to leave to the airport, it's been very nice to meet you, if you want here is the site I told you about where I type some stuff and make good money (I work from home): here it is

Amigao disse...

Nando: Voce tá certo, ainda dá tempo de salvar o mundo.Também to com os caras.

Paty: Nunca fui a um show deles, mas vou começar a prestar mais atenção na banda.

Gustavo: Opa, que legal que vc veio aqui.To indo lá conhecer seu cantinho.

Juliana: Isto mesmo, Atitude.
Nana: Eu tambem não conhecia o lado engajado deles. Agora eles merece um pouco da nossa atenção.

Rick: Isso ai Rick, se a gente gosta ou não não tem importancia.Mas o que eles estão fazendo é muito importante.

Barb Michelen:oba, tambem quero ganhar dinheiro.

Du disse...

Pois eu sempre fui "fãnzassa" de Jota Quest!!!

Assinar Feed dos Comentários

Postar um comentário

Deixe o Amigão feliz, comente isto!



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

____