segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

Dedicatória

Um dos livros que sempre recorro quando quero escrever sobre publicidade é "Só porque criou o mundo pensa que é Deus", do Henrique Carneiro Szklo. Ganhei do próprio com dedicatória e tudo: "Amigão divirta-se, se é que possível com um livro destes."(me divirto bastante com o livro)
Também tenho um outro livro que ganhei da Zezé Sales, diretora de Midia da Publicis quando saí de lá. E olha que eu e a Zezé vivíamos brigando por qualquer coisa:"Amigão, este livro é para você lembrar de mim com carinho. O mesmo que tenho por você. Leve uma boa lembrança da Publicis, porque você aqui é especial. Sorte no futuro e perseverança nos seus objetivos. Um grande abraço. Janeiro 2001"(hoje lembro com saudades da Zezé, uma garota muito especial.Espero que esteja bem)

Quando vim morar em São Paulo, minha mãe me deu uma Bíblia de presente.E escreveu: "Filho este livro vai fazer você esquecer o pecado.Ou o pecado vai fazer você esquecer este livro"
(mãe, nenhum nem outro, pode ficar tranquila)
Destaquei estes três livros por causa das dedicatórias.São especiais. Lembram coisas legais que deixaram saudades. É como folhear um album de fotografias.
Vi no Rafael Galvão um blog que encontrei por acaso e que curto muito, um post sobre dedicatórias em livros:
" É tão triste quando se vai em um sebo - e eu gosto de ir a sebos, como você sabe- e achar livros que foram dados de presente a alguém com dedicatórias carinhosas. Amores antigos e amizades passadas, são essas as histórias que essas dedicatórias contam; e eu me sinto um intruso quando vejo essas pequenas histórias tristes, como se estivesse olhando pelo buraco da fechadura para algo tão íntimo e agora tão melancólico."

Um dia ai, andando pela rua vi um monte de livros jogados no lixo.Tristeza. Me abaixei e retirei os que estavam mais conservados. Eram livros velhos, mas que indicava uma não leitura. Em deles uma dedicatória: "Gostaria que após vocês lerem me emprestassem o livro mas pelo amor de Deus não esperem a 'Tha' completar 18 anos".
E continua:" meu nome é José Carlos Barbosa Tiago. Nasci a 20 de maio de 1964.Não me lembro de quando nasci, mas quando tinha quatro anos mandei jogar minha irmã no mar. Daqui a cinquenta anos continuo....27/05/1991"

Até hoje fico imaginando quem terá sido José Carlos Barbosa Tiago.Assim mesmo, nome completo. Que histórias teria ele para contar hoje. Que história é esta de mandar jogar a irmã no mar?
Mistérios da vida.
E você tem algum livro com alguma dedicatória que você gosta muito?
..................................................................................................
Férias
Não tirei férias coletivas em dezembro. Estou cansado. Me arrastando. Dia primeiro saio para descansar uns vinte dias. Eu sei que vai demorar muito pra chegar sexta feira.Estou ansioso. É muito bom ter todo tempo pra descansar e não fazer nada. Quero sol e praia.E muita cerveja lógico.
................................................................................
Brinde do Amigão
Quem acompanha meu cantinho já sabe que no dia 07 meu blog faz um ano de existência aqui no blogspot.
Um amigo me deu um vale brinde das Livrarias Saraiva para presentear algum leitor. Tive a idéia de lançar um concurso que daria o vale brinde a quem escrevesse o melhor texto sobre o tema "Diversidade". Ninguém se interessou. Mas continuo disposto a oferecer o tal de vale brinde. Não tenho nenhuma idéia se alguém tiver alguma me fala.
Boa segunda!

7 comentários. Clique e deixe o seu!!:

Beto disse...

Rapaz, tá aí uma coisa que falta na minha vida. Sempre ganhei livros, mas nunca com dedicatória. Pior, nunca dei tb um livro com dedicatória. Tá aí. Vou o mais rápido possível numa livraria e dar um de presente para minha esposa. E com dedicatória!
Um abraço

Phernando Faglianostra disse...

Tenho alguns poucos livros com dedicatória aqui, que guardo a 9 chaves.

Quanto ao prêmio, faz uma post e dá o vale pra pessoa que comentar por último. Depois avisa lá no Orkut!

PS1: Você tem uma Bíblia com dedicatória?

PS2: Sou fã do maluco do Henrique Szchnmyrswqzcvbçklo

Rui Carlo disse...

Livrros com dedicatória... dei mais que ganhei... tem uma amiga que tem um Pequeno Príncipe, edição 1969, que lhe dei. Um antigo noivo mandou jogar no lixo, ela disse "não", ele disse jogue o livro ou a aliança... ela citou Santo Agostinho: aqueles que queimam livros, logo estarão queimando homens... e dá pra imaginar o que ela fez com a aliança e com o noivo...
Qto ao prêmio,interessemei-me, mas das duas, uma: ou me julguei tão bom que não daria pra concorrência, ou achei que não teria chance mesmo, pq sou péssimo em contos... Melhor que dar pra blogueiro, essa gentalha que não lê e que mal sabe escrever, seria melhor você ir em qualquer escola da periferia e fazer um concurso de contos entre estas crianças... seria MUITO mais proveitoso, mesmo porque nós já temos o hábito, ou não, da leitura e da escrivinhatura (kkk), elas, normalmente, não
Abraço

Suzi disse...

Descobri que dedicatória, em livro, só a do autor, sabia?
Bem, passei aqui pra vc saber que não esqueci o caminho. Mas estou trabalhando muuuuito, cara. E lances de internação, na família, além da presença necessária a gentes amadas que perderam parentes, essas coisas... tô sem tempo. Acho até que preciso de férias, pra colocar a leitura daqui em dia. Totalmente atrasada...

:o|

NANDO DAMÁZIO disse...

Eu ainda não ganhei nenhum ..

:´(

Rodrigo disse...

Sobre a diversidade...
O texto que pede é uma dissertação, algo politicamente correto?
Ou a criatividade entra em cena?

Anônimo disse...

Silmara Mateus,moro com 2 filhas.nós tres somente.
comprei livros para uma delas e to tentando escrever algo que fique na memoria como dedicatoria pra ela.por acaso entrei na pagina e fiquei emotiva com sua historia.passei pra dizer isso.
bacana vc...

Assinar Feed dos Comentários

Postar um comentário

Deixe o Amigão feliz, comente isto!



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

____