sábado, 26 de janeiro de 2008

Ana Carolina me cansa


Acabo de vir do blog do Marcelo,ele estava falando mais ou menos sobre o mesmo assunto que resolvi escrever aqui.Claro ele falou primeiro e me inspirei.



Eu sempre levo um susto quando ouço Ana Carolina cantando, me dá a impressão que ela está brava, zangada comigo. Houve uma época que ela gritava e eu gritava junto.Agora simplesmente desligo o rádio ou a TV ou o que seja. E se não consigo fazer isto, ou se tem alguém elogiando a moça, eu fico na minha, concordo com a cabeça e até exclamo: "É assim mesmo que se canta". Em 2006 passei um ano de terror com aquela gritaria "Eu não sei parar de te olhar". E eu reclamei tanto daquele lixo que no meu aniversário no lugar de cantar parabéns, cantaram "É isso ai!".Passou.


Mas tem coisa que não passa. Basta você chegar num barzinho com música ao vivo pra alguém pedir :"Toca encostar na tua".E como tem gente que consegue lembrar disso e pedir justamente na hora que entro no bar. Será que tão de sacanagem com a minha cara? Atualmente quando entro num barzinho, a primeira coisa que faço é perguntar se já tocaram na tua.Ops, se já encostaram na tua. Não. Pergunto se já tocaram "encostar na tua". Ainda não? Ok, volto mais tarde.


Nesta musica não são os gritos dela que me assustam. É a letra. O ínicio já é meio esquisito: Eu quero te roubar pra mim, eu que não sei pedir nada. Meu caminho é meio perdido, mas que perder seja o meu melhor destino". Que diabos ela quer dizer, senhor?


"Minha procura por si só já é o que eu queria achar quando alguém chama meu nome". Esta parte é a mais intrigante de toda a musica. Rola um certo mistério aqui. Indecifrável. Talvez ela esteja falando em um código que só a Madonna entendeu.

... Bem, sigo adiante com a música e empaco. Empaco quando ela começa a gritaria, "não sei parar de te olhar", ops, não é disso que to falando. Empaco quando ela começa a gritaria, "eu só quero saber em que rua minha vida vai encostar na tua"

Você já ouviu esta música ? Sabe do que to falando ? Lógico é impossível nunca ter ouvido. Então você sabe e há de concordar comigo que isto não faz nenhum sentido.

"Eu só quero saber em que rua minha vida vai encostar na tua."

Por quê Ana? Pra que? Como? Quando? E a música está terminando, acho que não teremos mais nenhuma surpresa com a letra. Mas ela é incansável, resolve me surpreender nos últimos versos:

"Eu que também estou meio perdida".Ufa!"Também não sei aonde estou...". Pronto. Sabe quando então elas vão se encontrar? Nunca.

A frase final, bem antes que ela comece a gritaria diz, e isto sim soa como música aos meus ouvidos: "SE PRECISO EU SUMO". Não sei se ela quis me agradar mas gostei, por favor Ana, faz favor.

É isso aí,um vendedor de flores a ensinar seus filhos a encontrar...putz




Clique aqui e pode ouvir a vontade, eu sei que você gosta.

11 comentários. Clique e deixe o seu!!:

Amigao disse...

Putz, eu lembrei que sábado passado também coloquei um video da Ana Carolina.
Esta mulher me enlouquece.

Juliana Freitas disse...

ODEEEEEEEEIO ESSA CHATA DE GALOCHAS!

MUTUMUTUM disse...

Cara! Se eu te disser que NÃO CONHEÇO essa música, vc vai me achar um bruta alienado mental e um solitário chato de galochas, né mesmo? Acho que são os concursos, os estudos... mto tempo preso no meu quarto estudando feito um escravo... vida social se escasseando, e por aí vai...

Faz tempo que não ouço essa mulér cantar... e isso me agrada BASTANTE! Uma das vantagens em ficar só estudando e perder contato com o mundo :)

Abraços o/

Arcanjo D'Prata disse...

Rs, ela tão um jeito bem único d cantar mesmo. Acho a voz dela bonita, mas as letras das músicas... realmente algo para Dan Brown decodificar, rsrs

Abraço...ó, pelo visto ela já se enconstou na tua, hein, he he he

NANDO DAMÁZIO disse...

Confesso que me sentia culpado por odiar Ana Carolina .. até agora tive o azar de só conhecer gente que gosta desse berreiro chato !!
Mas agora vejo que não estou só !!

Ah, meu link já tá aqui há um tempinho e como não sou pão-duro já selei nossa parceria, hehehehe ..
Só clicar naquele link "Parceiros de Praia" no canto do meu blog !!

É um prazer negociar contigo, rsrsrs !!

Arcanjo D'Prata disse...

Liga não, Amigão, era madrugada. Os dedos dormentes, fertilidade do cérebro escassa, visão turva... ou seja, mesclando tudo isso obtém-se um "axo", rsrs.

Abraço!

Juliana Freitas disse...

Mutumutum... não tá perdendo nada. Você é mais feliz do que nós, pode ter certeza! :P

Phernando Faglianostra disse...

Vocês têm certeza?

Rui Carlo disse...

Mas tem pérolas na musiclatura brasileira também muito interessantes: "Apenas apanhei na beira-mar, um táxi pra estação lunar" (que acho que o que o cara queria dizer é 'apenas apanhei na beira mar, um baseado pra fumar'), e outras...

Du disse...

auhauahauahauahauahauahauahau

Adorei o post, e olha que gosto da Ana!!! Pelo menos agora, finalmente entendi a história do vendedor de flores!!!
Por incrível que pareça, eu entendo o que ela quer dizer na letra, acredita?

Muito bom, cara!

Beijos

Ellas disse...

Hum... maneiro o post, mas acho que dá pra entender o que ela quer dizer com estilo poético que é permitido (até com uma certa beleza) para músicas, arte em si.
E metaforicamente é explicitada por contextos subliminares.
Ainda assim, gostei do post.
Beijos.

www.churumellas.blogspot.com

Assinar Feed dos Comentários

Postar um comentário

Deixe o Amigão feliz, comente isto!



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

____