quarta-feira, 26 de dezembro de 2007

Saudades de você

Penúltimo sábado do ano, resolvi aparecer por lá. É verdade que durante o ano inteiro dei algumas passadinhas lá mas hoje era um dia especial, precisava ir. Fui. Como sempre, sentei-me no ultimo banco e fiquei pensando no silencio, na música que tocava quando de repente senti que alguém estava me acenando. Olhei, era Ele. Deu-me um sorriso envolvente mas fingi que não era comigo.
Fiquei ali no meu cantinho louco para ir embora. Não conseguia. Ele estava ali e sabia que eu também estava. Ficou me olhando de soslaio. Eu sabia que estava me olhando. Eu sabia que Ele estava feliz por eu estar ali.
Fiquei com vergonha da minha roupa. E se Ele soubesse que tinha um maço de cigarros no meu bolso? Será que to fedendo a cigarro? Não, passei muito perfume antes de sair de casa. Meu cabelo estava penteado? Não sei. Queria sair correndo dali mas me faltavam pernas. Havia uma lágrima insistindo em meus olhos. Fiquei firme.
Na hora de ir embora dou um jeito de me envolver na multidão e Ele nem vai me notar. Fui saindo de ladinho, disfarçadamente quando Ele me tocou. Fiquei arrepiado. Não tinha mais como me esconder não dava mais pra fugir.
- Como vai amigão?
- ... Eu vou bem e você?
- Também vou bem. Quanto tempo ...?
- É...Você não mudou nada.
- Eu não mudo. Eu sou o mesmo de ontem e hoje e amanhã. Esqueceu disso?
- É...então blz, eu to indo embora, tenho um compromisso....sábado eu volto....
- Saudades de você....!
- Como?
- Saudades de você!
- É....
- Saudades de você.É somente o que eu sinto. Eu preciso de você e não venha me dizer que não tens tempo!
- É que...
- Eu sei de tudo. Você vai dizer que está tentando fazer tudo certo. Que você é um cara bom. Um amigão. Já sei de todas as suas teorias, suas práticas. Você diz que não precisa vir aqui para fazer as coisas certas.
- É verdade...
- Não. Não é verdade. Nós sabemos que não. Como pode fazer tudo isto sem mim? Você está vazio. Você nem me procura mais...como?
- É que...
- Escuta amigão eu tenho um desejo muito forte por você. Eu quero mais que apenas vê-lo de vez em quando, meu coração sangra de saudades de você.
- é que...
- Saudades de você!


(baseado na musica de Larnelle e Phil Mchush, cantada por Luiz Claudio e Anderson Cesar. Dedico este post a minha querida amiga Suzi)

3 comentários. Clique e deixe o seu!!:

Arcanjo D'Prata disse...

Rs, muito bacana o post. Me prendeu do início ao fim. Excelente. Vim também me desculpar pela preocupação. Não foi grande coisa. Ah, anotei seu e-mail, dpois a gente troca boas conversas, brigadão!

Abraço!

Suzi disse...

E cá estou eu me debulhando em lágrimas.
mais nada a dizer.



____
p.s.
e que saudade do Anderson!

Amigao disse...

Que bom, esta é a musica da minha vida.
Suzi, não conheci o Anderson pessoalmente, mas o cara tinha um carisma e uma voz sensacinais.Foi uma perda mesmo. Saudades.

Assinar Feed dos Comentários

Postar um comentário

Deixe o Amigão feliz, comente isto!



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

____