sábado, 13 de outubro de 2007

O Atendimento

Mas o que vem a ser isso? Atendimento de quê? De telefone? De consumidor? De exigências de sequestradores? Não. Atendimento é um nome bem mal traduzido do inglês, onde os “atendimentos” (sim, existe uma coisa pior do que ser“criativo”) são chamados de "account managers", "assistants ou directors". Mas por um lado, o nome “atendimento” tem a sua vantagem. É uma ótima fonte de piadas do pessoal da criação (super criativos): atendilentos, atendiantas e assim por diante.
È um departamento com mais ou menos 30 pessoas que se dedicam exclusivamente a lidar com a burocracia que envolve a relação com o cliente da agência. É o representante do cliente dentro da agência. Participam de encontros latino americanos e quiçá, mundiais.
O atendimento é obrigado a defender todo mundo. Se não defender o cliente ele pede a cabeça, se não defender a criação, ela pede a cabeça. Talvez pra fazer um balde de gelo, pois dizem que cabeça de quem trabalha no atendimento é tudo oca.
A hierarquia num grupo de atendimento é simples: você entra como estagiário e vai fazer basicamente a organização das coisas que os atendimentos não têm tempo de realizar. Montar portifólio dos clientes do grupo (colar os anúncios, folhetos e coisas produzidas numa pasta, super excitante),arquivar notas fiscais, pedidos de trabalho, jobs e autorizações de veiculação, entre outros documentos, em pastas, necessitando um grande conhecimento de sua parte de duas técnicas complicadíssimas: a ordem alfabética e a ordem numérica. Depois de passar um ano nessa rotina estressante, você terá dois caminhos: se for mulher, virar assistente de atendimento e continuar assim, ganhando R$ 1.000 por uns 6 anos (isso se você for esperta e não der pro diretor de atendimento, senão esse prazo aumenta pra 10 anos, no mínimo). Se for homem, esperar mais um pouco e virar gerente de atendimento, se tornando chefe daquela assistente pentelha que te mandava fazer arquivos. Se for esperto, desistir. Mas assim você nunca será diretor de contas (ou de atendimento, o nome varia de agência pra agência,mas a função é basicamente a mesma: puxar o saco do cliente). Ao contrário da criação e da mídia, os atendimentos não participam de premiações. Sim não há troféu de melhor atendimento, porque não há a menor hipotese de algum profissional de atendimento ganhar.
Ah, já ia me esquecendo se você for uma baranga, nunca vai trabalhar no atendimento.

0 comentários. Clique e deixe o seu!!:

Assinar Feed dos Comentários

Postar um comentário

Deixe o Amigão feliz, comente isto!



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

____