terça-feira, 24 de junho de 2008


"Você compraria um tênis se soubesse que ele foi fabricado por crianças? Você abasteceria seu carro em um posto de gasolina se soubesse que aquela marca provocou um enorme desastre ecológico? Você deixaria seu dinheiro em um banco se soubesse que ele subornou políticos? Você tomaria um leite se soubesse que o fabricante cometeu uma série de irregularidades financeiras? Você usaria uma operadora de telefonia se soubesse que ela grampeou altas autoridades do governo? Você votaria em um deputado se soubesse que ele responde na Justiça por crimes comuns?
Você leria um jornal se soubesse que ele não cumpre seus deveres trabalhistas? Você compraria um produto qualquer se soubesse que ele foi roubado do caminhão de entregas do fabricante? Você contrataria uma agência de publicidade se soubesse que ela alimentou o caixa 2 de uma campanha política? Você frequentaria uma boate se soubesse que ela serve bebidas alcoólicas a menores que depois voltarão para casa dirigindo? Você compraria um produto de uma loja se soubesse que ela sonega impostos? Você voaria por uma companhia aérea se soubesse que ela compromete a segurança dos seus clientes em favor da lucratividade? " (coluna do Luiz Marinho, no Blue Bus, no dia 20/07/07)

Você se pegou respondendo afirmativamente uma destas questões? Eu confesso que também ja respondi "sim" a algumas delas. Isto significa que eu também sou culpado pela tragédia do morro da Previdência e por tantas outras que os jornais nos empurram diáriamente.É preciso sim haver uma revolução. Mas esta revolução tem que começar de dentro pra fora.É individual.
Ou é melhor esquecer de tudo isto e continuar financiando e fazendo negócios com esta gente, apesar de saber tudo o que sabemos?

10 comentários. Clique e deixe o seu!!:

Lorena disse...

"É preciso sim haver uma revolução. Mas esta revolução tem que começar de dentro pra fora.É individual."

Concordo, é isso mesmo. Eu sei que sou culpada por muitas atrocidades que acontecem por aí, às vezes nem me dou conta disso, por causa dessas pequenas coisas que achamos que não fazem diferença. Eu queria mesmo começar uma evolução em mim quanto a essas coisas. Estou pensando seriamente no assunto. Seu texto acabou contribuindo para essa minha reflexão.

Abraços, amigão. =)

Rui Carlo disse...

Li ontem "Ai meus sais" e hoje o seu... vou levar os dois textos para minha aula de sociologia: problemas da conteporaneidade... (se vc permitir)
Sim, temos que nos posicionar como queremos que o mundo seja, mesmo que nos chamem ridículos, mesmo que nos entitulem tolos, babacas, etc
Se cada um não tomar sua postura. não pode reclamar do outro ou pedir leis melhores
É isso aí: Amigão é consciencia coletiva também!!!

Du disse...

Devemos desistir e nos conformar com o que a sociedade nos apresenta como sendo o normal? Não, de jeito nenhum. A revolução deve vir sim de dentro pra fora, mas que não fique só na vontade. Se agimos de forma errada porque não sabíamos que uma "situação estava errada" é uma coisa, agora a partir do momento que temos consciência, se continuamos a agir da mesma forma, então nos tornamos cúmplices.

Se cada um de nós fizer a sua parte, acho que já é um bom começo, né?

Beijo

Katia disse...

Amigaoooo
eu fechei meu blog so pra convidados sim pq? vai bater ^^

to brincandoo
o unico convidado la sou eu agora
to escrevendo nada msm e nem escrevia assim la essas coisas^^
to oculpada demais fazendo curso pre ai fica dificil dois blogs!!!

bju

Olhos Virtuais disse...

Cara, obrigado pela visita ao Olhos Virtuais..... volte sempre que quiser, que será bem-vindo.

Quanto à campanha, eu fico sempre com um pé atrás em relação à essa campanhas do governo, mas eu não desisto nunca.

Abraços

Olhos Virtuais disse...

Cara, muito bom esse post.... eu concordo em gênero, numero e grau com o que escreveu...

Parabéns, seu estilo de pensamento bate com o meu e do Olhos Virtuais.

Vou sempre dar uma olhada e comentar por aqui.
Abraços

Carlysson disse...

Vc falou a mais pura verdade,a mudança tem que começar a partir de cada um de nós, não adianta culpar somente o governo pela atual situação do país, o governo tem culpa? Sim! Mas nós tb temos contribuído para a violência que estamos vendo hj.

Francine Esqueda disse...

Amigão: Quase que trocamos os papeis! A primeira opção da minha primeira faculdade era Publicidade... Acabei cursando DIREITO... Só depois Letras... E atualmente me envolvi com publicidade e marketing... Na editora ALTO ASTRAL! Sempre é tempo... nunca é tarde para mais conhecimento e aventura!

Sobre o post, ótimo! Deu pra refletir muito! Sem querer a gente acaba respondendo "sim" a algumas destas e muitas outras perguntas tão duras ou piores que estas...
Precisamos ser cada dia mais observadores e antenados... só assim a mudança vai acontecer!

Um super Beijo

NANDO DAMÁZIO disse...

Poizé, Amigão, claro que a gente fica indignado com coisas assim, mas será que somente a nossa indignação por si só tem o poder de mudar o mundo ?? O que devemos fazer com essa nossa indignação ??
É de respostas assim que precisamos !!

E a gente sabe também que deixar em liberdade caras que cometem crimes é um ato de injustiça, mas colocar esse caras no "microondas" do tráfico é uma injustiça maior ainda ..

Aí de repente eu me vi fazendo a seguinte pergunta: E se os rapazes que os soldados entregaram de "presente" ao tráfico tivessem sido aqueles mesmos rapazes que arrastaram cruelmente o menino João Hélio preso à um carro, será que a "indignação" teria sido a mesma ??

Perguntas irrespondíveis, essas duas ..

Paty Maionese disse...

Nem quero comentar. Tô pensando...
Essa foi forte.

Assinar Feed dos Comentários

Postar um comentário

Deixe o Amigão feliz, comente isto!



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

____